sicnot

Perfil

País

PSD não será muleta do PS, diz Marco António Costa

PSD não será muleta do PS, diz Marco António Costa

O vice-presidente do PSD avisa que o partido não será "muleta" do PS, caso o atual executivo seja derrubado pelos socialistas. Numa entrevista ao programa "Terça à Noite", da Renascença, Marco António Costa desafiou o PS, Bloco de Esquerda e PCP a apresentarem o acordo que estão a negociar.

  • Acordo entre o PS e o PCP pode ficar fechado hoje
    0:41

    Novo Governo

    O Jornal de Negócios avança com a possibilidade de um acordo entre o PS e o PCP ficar fechado já esta quarta-feira. Segundo o jornal, os dois partidos reúnem-se para acertar os detalhes de um entendimento que está praticamente fechado: as pensões sobem até aos 628 euros, há um alívio na TSU para salários abaixo dos 600 euros, o IVA da restauração desce já no orçamento para 2016 e o imposto sobre grandes fortunas só entra em vigor em 2017. Em cima da mesa está o grau de envolvimento do PCP na futura solução de Governo à esquerda.ainda segundo o Jornal, o acordo entre Socialistas e bloquistas também está fechado... só falta saber da posição definitiva dos comunistas.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.