sicnot

Perfil

País

Cavaco recebe confederações do comércio, serviços, agricultores, turismo e empresas

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, vai receber em audiência, na quinta-feira, as confederações do comércio e serviços, dos agricultores e do turismo, assim como a confederação empresarial, segundo a agenda divulgada hoje por Belém.

Aníbal Cavaco Silva, Presidente da República.

Aníbal Cavaco Silva, Presidente da República.

ANT\303\223NIO COTRIM

Da parte da manhã, pelas 10:00, o Presidente da República recebe, no Palácio de Belém, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), e pelas 11:30 a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP).

As audiências retomam depois às 15:00, com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), seguindo-se a Confederação do Turismo Português (CTP) às 17:00.

O Presidente da República começa a ouvir os parceiros sociais dois dias depois da aprovação de rejeição do Programa do XX Governo Constitucional, e depois de ter recebido hoje o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que comunicou a decisão do parlamento ao Chefe de Estado.

A moção de rejeição do PS ao Programa do XX Governo Constitucional foi aprovada na terça-feira com 123 votos favoráveis de socialistas, BE, PCP, PEV e PAN, o que implicou a demissão do executivo PSD/CDS-PP.

A moção de rejeição do PS teve 107 votos contra provenientes da totalidade dos deputados das bancadas do PSD e do CDS-PP.

A rejeição do Programa do Governo exige o voto de uma maioria absoluta dos deputados em efetividade de funções, ou seja, pelo menos 116 parlamentares e, segundo o artigo 195.º da Constituição, implica a demissão do executivo, que se manterá em gestão até à posse de um novo Governo.

Ainda hoje Cavaco Silva recebeu o primeiro-ministro para a habitual reunião semanal.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC