sicnot

Perfil

País

Hoje é notícia

O Presidente da República vai receber em audiência as confederações do comércio e serviços, dos agricultores e do turismo, assim como a confederação empresarial. Para hoje está também marcada a leitura do acórdão de Manuel Godinho, num processo que resultou do caso Face Oculta.

TIAGO PETINGA/

Pela manhã, às 10:00, o Presidente da República recebe, no Palácio de Belém, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), e pelas 11:30 a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP).

As audiências retomam depois à tarde. Às 15:00 Cavaco Silva ouve a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), seguindo-se a Confederação do Turismo Português (CTP) às 17:00.

O Presidente da República começa a ouvir os parceiros sociais dois dias depois da aprovação de rejeição do Programa do XX Governo Constitucional, e depois de ter recebido na quarta-feira o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que comunicou a decisão do parlamento ao Chefe de Estado.

No tribunal de Aveiro, a leitura do acórdão do julgamento do sucateiro Manuel Godinho, num processo de corrupção que resultou de uma certidão extraída do caso Face Oculta, está marcada para hoje.

O empresário das sucatas é suspeito de ter subornado um engenheiro que trabalhava na antiga Rede Ferroviária Nacional (Refer), coarguido no mesmo processo, para praticar "atos materiais que visavam favorecer economicamente" as suas empresas.

Godinho está pronunciado por um crime de corrupção ativa, enquanto o outro arguido responde por um crime de corrupção passiva, sete crimes de falsificação de documento agravado e um de fraude fiscal.

Hoje, também é notícia:

DESPORTO

A seleção portuguesa de futebol realiza o último treino em solo luso antes da partida para a Krasnodar, onde no sábado defronta a Rússia, num encontro particular, que serve de preparação para a fase final do Euro 2016.

No Estádio Nacional, em Oeiras, o selecionador Fernando Santos deverá ter disponível todos os 23 jogadores convocados, incluindo o médio Rafa, que na quarta-feira apareceu integrado no grupo, depois de ter sido chamado para render o lesionado André Gomes.

O treino está agendado para as 9:30, com os primeiros 15 minutos a serem abertos à comunicação social. Antes, um ou mais jogadores estarão presentes em conferência de imprensa, igualmente no Jamor.

ECONOMIA

Os trabalhadores da Mailtec, empresa do grupo CTT, iniciaram uma greve de dois dias às zero horas de hoje contra o aumento do horário de trabalho sem o correspondente aumento salarial.

Os 140 trabalhadores da Mailtec, que fazem serviço de arquivo, envelopagem e emissão de cheques e vales do Centro Nacional de Pensões e expedição de faturas de empresas como a EDP, a PT e a Sonae protestam contra o facto do seu horário de trabalho ter passado das 35 para as 40 horas semanais sem a respetiva equivalência salarial.

Vitor Narciso, dirigente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), prevê que a greve de dois dias paralise os serviços assegurados pela Mailtec, mas os CTT desvalorizam os efeitos do protesto.

Um congresso sobre "Administração Pública: Valor e confiança decorre hoje em Lisboa. Promovido pelo INA-Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas, para apresentação de ideias e projetos enquadráveis na estrutura do Serviço Público, no congresso vão estar em foco questões como o ADN da Administração Pública, a prestação do serviço público, a valorização dos recursos humanos, a gestão de talentos ou a inovação, a avaliação da Administração Pública e a Confiança nas instituições. Guilherme D'Oliveira Martins, ex-presidente do Tribunal de Contas, é um dos oradores do encontro.

MUNDO

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia reúnem-se em cimeira informal, após a conclusão da cimeira euro-africana sobre refugiados de La Valetta, em Malta. Na lista de objetivos desta cimeira estará, segundo o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, o reforço da cooperação com terceiros, incluindo a Turquia, para travar o fluxo de migrantes, e a aplicação de decisões tomadas quanto à recolocação de refugiados pelos 28.

Em cima da mesa também estarão os centros de identificação e registo de migrantes ('hotspots'), o reforço da capacidade de acolhimento, o trabalho das agências humanitárias e o incremento do controlo das fronteiras externas da UE.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas vota hoje uma proposta de resolução francesa destina a pôr termo à violência no Burundi, indicaram diplomatas na noite de quarta-feira. O Conselho de Segurança da ONU deve reunir-se às 12:15 (17:15 em Lisboa) para analisar o texto que condena a violência e ameaça com a aplicação de sanções os líderes burundianos que incitem à violência ou impeçam esforços de paz.

Pelo menos 240 pessoas morreram e mais de 200 mil deixaram o país depois de o Presidente, Pierre Nkurunziza, ter anunciado, em abril, que iria disputar um terceiro mandato, considerado ilegal pela oposição. O chefe de Estado foi reeleito em julho na sequência de uma controversa eleição e o surto de violência não cessou.

POLÍTICA

Terminam as jornadas "Portugal caminhos do futuro", que desde quarta-feira, levaram os líderes do PSD, Pedro Passos Coelho, e do CDS-PP, Paulo Portas, e mais de 70 dirigentes de ambos os partidos a percorrer os 18 distritos com o objetivo de "manter a proximidade com os eleitores e as estruturas dos partidos".

Depois de o presidente do CDS e vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, ter estado quarta-feira numa sessão no Porto, Passos Coelho estará hoje com o vice-presidente centrista Nuno Melo numa sessão, pelas 19:00, em Lisboa.

Dois dias depois do Programa do Governo PSD/CDS-PP ter sido chumbado no parlamento, o que implica a demissão do executivo, dirigentes de dois partidos participarão em 19 sessões distribuídas pelos 18 distritos de Portugal continental, sendo que Lisboa terá duas, uma para a área Oeste e outra para a área metropolitana.

CULTURA

​Os quadros "A Marcha", de Paula Rego, e "Hut ab - Die schoene Wiese", de Georg Baselitz, vão hoje a leilão, em Lisboa, pela Veritas Art Auctioneers.

"A Marcha", óleo e colagem sobre tela, pintado por Paula Rego em 1976, vai a leilão com uma base de licitação mínima de 140.000 euros e pode atingir os 200.000 euros.

O óleo "Hut ab - Die schoene Wiese" ("Tira o chapéu! O belo campo", em tradução livre), faz parte de uma série única produzida por Georg Baselitz, em Itália, no Verão de 2000, tem o preço sob consulta.

Também irão à praça, neste leilão, obras de Helena Almeida, Carlos Botelho, Eduardo Luiz, Nicola De Maria, Julião Sarmento, António Dacosta, José de Guimarães e Thomas Struth.

As obras de vários fotógrafos portugueses estão expostas a partir de hoje, no Paris Photo, salão internacional de fotografia, no Grand Palais, na capital francesa.

A 19.ª edição do Paris Photo conta com 147 galerias de 34 países, devendo ser expostas fotografias de 1.240 artistas, entre os quais dos portugueses Helena Almeida, Edgar Martins, João Tabarra, Pedro Barateiro, João Penalva, Didier Faustino, Carla Cabanas, Noé Sendas, Paulo Nozolino, Armindo Cardoso e Gérard Castello-Lopes.

No Grand Palais vão também estar à venda fotografias dos angolanos Kiluanji Kia Henda, Edson Chagas e Jean Depara, do moçambicano Filipe Branquinho e dos brasileiros Sebastião Salgado e Vik Muniz.

Paralelamente ao salão Paris Photo, a Escola de Belas Artes de Paris vai acolher o Offprint Paris, um salão de editores de livros de arte, no qual voltam a participar as editoras portuguesas de fotografia Pierre von Kleist e Ghost Editions. A 19.ª edição do Paris Photo encerra no domingo.

Com Lusa

  • Milhares protestam na Catalunha contra Madrid
    1:45

    Mundo

    O Governo de Madrid mostrou-se disposto a dar mais dinheiro e autonomia financeira à Catalunha, se o Governo Regional suspender o referendo independentista. A 10 dias da consulta popular, a tensão é explosiva, com protestos nas ruas, detenções e confrontos com as autoridades.

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • Marcelo Rebelo de Sousa avisou que depois das autárquicas viria um novo ciclo. A lógica levou-nos a assumir que estava a falar do PSD, mas hoje, olhando para a situação política, devemos também incluir nessa previsão a “geringonça” e os seus equilíbrios. Não acredito que as coisas mudem até às legislativas, mas as contas só se fazem depois dos votos das autárquicas. Até lá, o tom de voz das esquerdas vai engrossar.

    Bernardo Ferrão

  • #SICnaCampanha

    Autárquicas 2017

    As caravanas estão na estrada e os repórteres da SIC também. Acompanhe aqui os bastidores das autárquicas.

    Live blog

  • PSD não está a lutar "pela sobrevivência" em Lisboa
    3:29

    Autárquicas 2017

    Mais uma volta de norte a sul do país com a campanha dos líderes políticos para as próximas autárquicas. Ainda não acabou a guerra Bloco de Esquerda-CDU. A secretária-geral adjunta do PS bem se esforça, mas não consegue apoio nas ruas como António Costa. Pedro Passos Coelho voltou a aparecer ao lado de Teresa Leal Coelho, mas não quis comentar prováveis resultados na capital.

  • PCP e PS desvalorizam estudo de economistas com alternativa à do Governo
    1:09

    Orçamento do Estado 2018

    Um grupo de economistas, incluindo o deputado independente eleito pelo PS Paulo Trigo Pereira, publicou um estudo em que defende uma proposta alternativa à apresentada pelo Governo. O PCP e o PS desvalorizaram a opinião dos economistas e o Bloco de Esquerda disse que a consolidação orçamental poderia ser mais lenta. Já o PSD e o CDS aplaudem a proposta e defendem que o estudo apresentado é um aviso ao desnorte do Governo. 

  • Complexo Agroindustrial do Cachão abandonado e exposto à poluição
    2:03
  • Família Portugal Ramos
    15:01

    As Famílias Vintage regressaram esta quinta-feira, com uma viagem ao Alentejo. Foi a partir desta região que João Portugal Ramos conquistou um lugar entre os grandes do setor. Desde há 25 anos a vindimar em seu nome, o enólogo produz seis milhões de litros de vinho por ano.

  • Se pedir ao seu cão para ir buscar uma garrafa de vinho ele vai?
    0:49

    País

    Há 25 anos a vindimar no Alentejo, o enólogo João Portugal Ramos produz seis milhões de litros de vinho por ano. Em Estremoz comprou casa e terra. Iniciou a plantação de vinhas próprias e a construção de uma adega. Um espaço que conhece como as palmas da mão. Ele e um amigo muito especial.

  • Presidente das Filipinas pede que matem o filho se estiver envolvido nas drogas

    Mundo

    O Presidente das Filipinas pediu que matassem o seu filho se as acusações de que traficava droga fossem provadas. Rodrigo Duterte destacou ainda que, caso fosse verdade, iria proteger as autoridades que executassem Paolo Duterte. Em causa está a acusação de que o filho do Presidente filipino faria parte da máfia chinesa, que contrabandeia drogas, vindas da China para dentro do país.

    SIC

  • Morreu a mulher mais rica do mundo

    Mundo

    Liliane Bettencourt, herdeira do grupo de cosméticos L'Oréal e a mulher mais rica do mundo, segundo a revista Forbes, morreu na quarta-feira à noite aos 94 anos, anunciou a família.

  • Deputado do Canadá pede desculpa por chamar "Barbie do Clima" a ministra

    Mundo

    O deputado da província de Saskatchewan, no Canadá, chamou na terça-feira a ministra do Ambiente de "Barbie do Clima". Catherine McKenna não gostou de ser apelidada desta forma e acusou Gerry Ritz de ter um comportamento sexista. Após a crítica, foram precisos apenas 20 minutos para o deputado fazer um pedido de desculpas à ministra.

  • Espanhola tenta provar há sete anos que está viva

    Mundo

    Uma mulher de 53 anos está há sete anos a tentar provar que está viva. Segundo o Estado espanhol, Juana Escudero Lezcano morreu a 13 de maio de 2010, mas na realidade quem morreu foi uma mulher com o mesmo nome e data de nascimento.

    SIC