sicnot

Perfil

País

José Sócrates em almoço solidário com Mário Soares na antiga FIL

O ex-primeiro-ministro José Sócrates vai estar presente no próximo dia 22, na antiga Feira Industrial de Lisboa (FIL), num almoço de solidariedade em relação a si, no qual também estará o antigo Presidente da República Mário Soares.

(arquivo)

(arquivo)

Lusa

Este será o terceiro evento público em que participa o antigo líder do PS desde que saiu da condição de prisão domiciliária, a 16 de outubro passado, depois das conferências que proferiu em Vila Velha de Ródão (distrito de Castelo Branco) e mais recentemente em Vila Real sobre o tema da "política e justiça".

Em declarações à agência Lusa, o antigo secretário de Estado e dirigente "histórico" do PS António Campos disse que estará presente, assim como Mário Soares, no almoço na antiga FIL.

"Combinámos os dois ir lá, porque entendemos que é um ato de solidariedade indispensável em relação a um ex-primeiro-ministro que esteve preso um ano sem qualquer acusação. Estamos perante um claro atentado aos direitos, liberdades e garantias de um cidadão", sustentou.

António Campos declarou ainda que, "como democrata", não poderia deixar de manifestar a sua "revolta face ao funcionamento do sistema de justiça".

Organizadores deste almoço na antiga FIL referiram à agência Lusa que, sendo o espaço limitado, serão aceites "500 inscrições".

José Sócrates foi libertado no dia 16 de outubro, embora fique proibido de se ausentar de Portugal e de contactar com outros arguidos do processo da "Operação Marquês".

O ex-primeiro-ministro foi detido a 21 de novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Sócrates esteve preso preventivamente no Estabelecimento Prisional de Évora mais de nove meses, tendo esta medida de coação sido alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 04 de setembro.

Lusa

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54