sicnot

Perfil

País

Entregou-se à PSP condutor que abandonou viatura após acidente grave em Lisboa

O condutor que abandonou hoje o veículo ligeiro após ter chocado com um autocarro, provocando a morte do motorista, no cruzamento entre a Avenida da República e a de Berna, em Lisboa, entregou-se às autoridades.

SIC

Segundo fonte do Comando Metropolitano da PSP, o homem entregou-se hoje na Divisão de Trânsito de Lisboa, cerca das 8:15, sem avançar mais pormenores acerca da idade do mesmo ou se este conduzia ou não sobre efeito de álcool.

O condutor do autocarro da Carris morreu, depois de projetado devido ao embate, e seis passageiros ficaram feridas hoje de madrugada, pelas 4:47, na sequência de um acidente entre um veículo ligeiro e o transporte público, no cruzamento entre as avenidas da República e de Berna, em Lisboa, segundo a PSP.

"A vítima mortal é o condutor do autocarro, que foi projetado para a via pública. Os seis feridos ligeiros são passageiros do autocarro", referiu a mesma fonte, acrescentando que os ocupantes do veículo ligeiro abandonaram a viatura no local, colocando-se em fuga.

Os feridos foram transportados ao hospital.

O trânsito no sentido Entrecampos-Saldanha, no túnel da Avenida da República, em Lisboa esteve interrompido devido à limpeza das faixas de rodagem, sendo restabelecido pelas 7:45.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38