sicnot

Perfil

País

Pesados e ligeiros sem controlo policial em Vilar Formoso

Pesados e ligeiros sem controlo policial em Vilar Formoso

Os ministros da Administração Interna e da Justiça da União Europeia decidiram efetuar, na semana passada, um controlo mais apertado de fronteiras na UE. Na Alemanha, França e Espanha, a vigilância policial já foi reforçada, em Portugal ainda não é visível para quem passa na antiga fronteira de Vilar Formoso.

  • Controlo das fronteiras na UE será reforçado
    1:42

    Ataques em Paris

    Os ministros do Interior da França e da Bélgica querem um reforço no controlo das fronteiras dentro da União Europeia e a criação de um sistema de registo de passageiros. São duas das medidas que estão hoje em discussão na reunião dos ministros do Interior e Administração Interna da União. O Parlamento Europeu não se tem mostrado disponível para discutir estas medidas mas os atentados de Paris podem alterar esta posição.

  • França quer ver reforçado controlo das fronteiras da UE
    1:51

    Ataques em Paris

    A França quer ver reforçado o controlo das fronteiras externas mas também das fronteiras internas da União Europeia. O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, defende ainda o registo de passageiros que viajam entre países europeus e quer um maior controlo do tráfico de armas. São alguns dos pontos discutidos hoje no Conselho de Ministros da Administração Interna e da Justiça que se encontram em Bruxelas.

  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • Bastonário dos médicos diz que a classe deixou de acreditar no ministro da Saúde
    2:24

    País

    Desde Março do ano passado que perto de mil médicos especialistas aguardam colocação nos hospitais. O concurso, prometido várias vezes pelo ministro da Saúde, não abriu ainda por falta de autorização do Ministério das Finanças. Amanhã, quinta-feira, um grupo destes médicos vai à Assembleia da República entregar uma carta que entretanto já seguiu para os ministros da Saúde e Finanças.

  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25