sicnot

Perfil

País

Congresso e presidenciais na agenda do Conselho Nacional do PSD

O Conselho Nacional do PSD vai reunir-se no dia 10 de dezembro tendo na agenda a marcação de diretas e Congresso, e o apoio à candidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa, disse à Lusa fonte social-democrata.

(arquivo)

(arquivo)

MIGUEL A. LOPES

A reunião do Conselho Nacional do PSD, órgão máximo partidário entre congressos, foi convocada para as 21:00 de 10 de dezembro, num hotel de Lisboa.

A 21 de novembro, em entrevista à RTP, o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, já tinha anunciado que uma decisão sobre o apoio formal à candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa iria ser tomada em Conselho Nacional, em dezembro.

O comentador político, professor universitário de direito e antigo presidente do PSD Marcelo Rebelo de Sousa foi o único social-democrata que se apresentou como candidato às eleições presidenciais de 24 de janeiro de 2016.

Segundo os estatutos do PSD, "o Congresso Nacional reúne ordinariamente de dois em dois anos" e "os mandatos dos órgãos eletivos do partido são de dois anos, a partir da data da eleição".

Passos Coelho foi eleito presidente do PSD, pela terceira vez, a 25 de janeiro de 2014. O Congresso que elegeu a sua atual equipa de direção e os restantes órgãos nacionais realizou-se a 21, 22 e 23 de fevereiro de 2014, no Coliseu dos Recreios de Lisboa.

As próximas diretas ocorrerão com os sociais-democratas de regresso à oposição, na sequência do derrube do executivo PSD/CDS-PP no parlamento e da formação de um Governo do PS suportado por acordos políticos com Bloco de Esquerda, PCP e "Os Verdes".

Passos Coelho foi eleito pela primeira vez presidente do PSD a 26 de março de 2010, derrotando Paulo Rangel e Aguiar-Branco, quando estava no poder o Governo minoritário do PS chefiado por José Sócrates.

Cerca de um ano depois, assumiu as funções de primeiro-ministro, na sequência das legislativas antecipadas de 05 de junho de 2011.

Nas diretas de 03 de março de 2012 e de 25 de janeiro de 2014, que aconteceram durante a governação conjunta com o CDS-PP, Passos Coelho foi reeleito presidente do PSD sem adversários.

Lusa

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida