sicnot

Perfil

País

Ministério da Administração Interna quer inquérito no acidente da A12

última hora

O Ministério da Administração Interna ordenou à Proteção Civil a abertura do inquérito a propósito do choque em cadeia de ontem na A12, para apuramento de responsabilidades pela demora na assistência a uma condutora que acabou por morrer.

"Por indicação do secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, foi pedido ontem [quarta-feira] ao presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil, major-general Francisco Grave Pereira, que fosse aberto um inquérito para que se apurem as circunstâncias em que foi prestado o socorro no acidente ocorrido na A12", disse à agência Lusa, fonte oficial do MAI.

Segundo a mesma fonte, a decisão foi tomada após informações sobre a possível demora na assistência à única vítima mortal, uma mulher de 55 anos, que só terá sido encontrada pelas autoridades no meio dos destroços mais de duas horas depois do choque em cadeia, ocorrido na manhã de quarta-feira, logo após as portagens do Pinhal Novo, na direção da Ponte Vasco da Gama, no sentido Setúbal/Lisboa.

EM ATUALIZAÇÃO/Com Lusa

  • Um morto e 15 feridos no choque em cadeia na A12
    2:18

    País

    Uma pessoa morreu e 15 ficaram feridas, três delas com gravidade, num violento acidente em cadeia que ocorreu esta manhã na A12, logo a seguir às portagens de Pinhal Novo. O acidente envolveu 15 viaturas ligeiras e um autocarro. Uma das vítimas só foi descoberta dentro de um carro mais de duas horas depois.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.