sicnot

Perfil

País

Mais de 27 mil infrações por uso de telemóvel ao volante desde o início do ano

A GNR detetou, entre o início do ano e até domingo, mais de 27 mil infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução, 207 das quais na operação efetuada entre 30 de novembro e 3 de dezembro.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Fred Prouser / Reuters

Segundo adianta a GNR, durante a operação "Smartohone, Smartdrive" foram realizadas ações de sensibilização no meio escolar (476 no total), tendo sido abrangidos 11 984 alunos.

Nesta operação foram detetadas 207 infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução.

A operação teve duas fase distintas, tendo na 1ª Fase (30 de novembro e 2 de dezembro) sido realizadas ações de sensibilização, através das Secções de Programas Especiais dos Comandos Territoriais, com especial incidência para o meio escolar.

Na 2ª Fase (3 e 4 de dezembro) foi intensificada a fiscalização rodoviária para detetar este tipo de infrações, tendo estado envolvidos militares da GNR dos vários Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Desde 1 de janeiro e até 27 de novembro, a GNR detetou 26 mil infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução, tendo o distrito do Porto registado o maior número de infrações (4.385):

  • Porto (4.385 infrações),
  • Lisboa (3.406),
  • Aveiro (2.973),
  • Braga (2.220),
  • Faro (1.937),
  • Setúbal (1.878),
  • Viana do Castelo (1.820),
  • Leiria (1.459),
  • Santarém (1.353),
  • Coimbra (1.303),
  • Viseu (835),
  • Évora (636),
  • Vila Real (488),
  • Castelo Branco (463),
  • Bragança (368),
  • Beja (310),
  • Guarda (283)
  • Portalegre (181)

Com Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".