sicnot

Perfil

País

Suspensas buscas de mulher desaparecida na Serra da Estrela

As buscas para tentar encontrar uma mulher desaparecida na Serra da Estrela vão formalmente ser suspensas às 20:00 de hoje e recomeçam na quinta-feira, disse o segundo comandante operacional do Comando Distrital de Operações e Socorro da Guarda.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

LUSA

"As equipas estão agora a começar a ser desmobilizadas, porque com o anoitecer não há condições de visibilidade para se continuar no terreno", explicou José António Oliveira, pelas 19:10, acrescentando que os trabalhos serão retomados na quinta-feira às 08:00.

O alerta relativo ao desaparecimento da mulher, na zona de Vale do Rossim, no concelho de Gouveia, distrito da Guarda, foi dado hoje pelas 13:15 pelos vigilantes do parque de campismo local.

Segundo José António Oliveira, a mulher é de nacionalidade alemã, terá 74 anos e foi vista pela última vez na segunda-feira, cerca das 14:00.

"A informação de que dispomos é de que a senhora foi vista à saída do parque de campismo. Estaria sozinha e não regressou, sendo que a autocaravana ainda está no mesmo local", referiu.

A fonte especificou ainda que "até ao momento não há certezas sobre o que terá acontecido".

Ao longo de toda a tarde, as buscas decorreram a cerca de 1.600 metros de altitude, em zona de mato e floresta e com uma orografia bastante difícil, o que dificulta os trabalhos e impossibilita a sua continuidade durante a noite.

Segundo o responsável, com o retomar dos trabalhos, na quinta-feira, a área das buscas "deverá ser alargada".

As operações envolveram cerca de 40 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Gouveia, São Romão e Covilhã, da Brigada de Montanha da GNR e da Força Especial de Bombeiros.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15