sicnot

Perfil

País

Natal com céu muito nublado e chuva fraca

A véspera e o dia de Natal vão ser marcados por céu muito nublado, períodos de chuva em geral fraca e temperaturas que, apesar de baixas, estarão acima do normal para a época, disse a meteorologista Patrícia Gomes.

© Mark Makela / Reuters

Em declarações à agência Lusa, a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) explicou que na quinta-feira (véspera de Natal) e na sexta-feira (dia de Natal) prevê-se céu em geral muito nublado, diminuindo de nebulosidade no Baixo Alentejo e Algarve a partir da tarde.

"Para amanhã [quinta-feira], prevê-se a passagem de uma superfície frontal fria de fraca atividade e, devido a esta situação, deverá ocorrer alguma chuva, em geral fraca, nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela. O vento será fraco e, em relação às temperaturas, não haverá grandes variações, prevendo-se pequenas subidas ou descidas de um ou dois graus", adiantou Patrícia Gomes.

Quanto ao dia de Natal, segundo a meteorologista do IPMA, poderá ocorrer ainda alguma chuva fraca na região do Minho e Douro litoral, mas apenas até às primeiras horas da manhã.

"A partir do início do dia de Natal, a nebulosidade irá diminuir, prevendo-se um dia de céu em geral pouco nublado ainda com algumas neblinas ou nevoeiros, em especial nas regiões do norte e centro", indicou.

No que diz respeito às temperaturas, Patrícia Gomes adiantou que as máximas vão variar entre os sete e os 13 graus Celsius.

"As temperaturas mínimas nas regiões do interior estarão ligeiramente mais baixas do que no litoral. No dia 24 e 25 podemos esperar mínimas que nas regiões do interior vão oscilar entre os dois e os oito graus e no litoral entre 10 e 12/13", disse

De acordo com Patrícia Gomes, serão mínimas, que comparadas com a semana passada estão um pouco mais baixas, mas ligeiramente acima do que seria de esperar para esta altura do ano.

No arquipélago dos Açores prevê-se para a véspera de Natal céu geralmente muito nublado com períodos de chuva, vento de sudoeste muito fresco a forte com rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora nos grupos Ocidental e central e 75 quilómetros por hora no grupo oriental.

A partir de sexta-feira, dia de Natal, devido a sua situação de pós frontal, o céu irá apresentar-se com abertas alternando com aguaceiros que poderão ser de granizo.

O vento do quadrante norte será muito fresco, com rajadas da ordem dos 80 quilómetros por hora.

Na Madeira, prevê-se períodos de céu muito nublado, chuva, vento do quadrante leste, tornando-se do quadrante sul a partir de quinta-feira e aumentando de intensidade na sexta-feira e no sábado.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15