sicnot

Perfil

País

Subcomissário da PSP acusado de permitir atos de violência nega acusações

Subcomissário da PSP acusado de permitir atos de violência nega acusações

Um oficial e um chefe da PSP foram suspensos e ficaram sem salário por terem permitido agressões a sete alunos num treino das equipas de intervenção. Uma das vítimas foi espancada com bastões e terá perdido parte da visão. Entretanto, à SIC, o subcomissário acusado de permitir os atos de violência negou as acusações e garantiu que não houve agressões durante a formação. O oficial admite que três (e não sete) agentes ficaram feridos, mas diz que são consequências normais de exercícios onde é usada a força física.Já está a cumprir a suspensão de 121 dias, mas recorreu da decisão para o tribunal administrativo.

  • Agressões em treino de equipas de intervenção da PSP
    1:16

    País

    Um oficial e um chefe da PSP foram suspensos sem salário, por terem permitido agressões a sete alunos durante um treino das equipas de intervenção. Uma das vítimas terá perdido parcialmente a visão, depois de ter sido espancada com bastões.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".