sicnot

Perfil

País

Relatório da comissão de inquérito à SATA aprovado apenas pelo PS Açores

O relatório final da comissão de inquérito à SATA, nos Açores, foi aprovado na madrugada de hoje apenas com os votos favoráveis da maioria socialista, tendo o PSD, CDS/PP, PCP e PPM votado contra e o BE absteve-se.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

Após 18 horas de reunião, em Ponta Delgada, a maioria dos partidos, com excepção do PCP, acordaram que as declarações de voto serão enviadas até às 24:00 (mais uma hora no continente) de hoje à mesa da comissão.

A votação global do relatório, um documento com mais de 180 páginas sem anexos, começou às 09:30 de segunda-feira e apesar do prazo limite de vigência da comissão ter terminado às 24:00 todos os partidos concordaram em prolongar os trabalhos pela madrugada de hoje.

A demora no decurso da última reunião desta comissão de inquérito ficou a dever-se ao facto de o relatório ter sido votado ponto a ponto, tendo contado ainda com a apresentação de inúmeras propostas de alteração.

O presidente da comissão de inquérito, o deputado socialista André Bradford, adiantou que a redação final do documento será remetida aos partidos a 05 de janeiro.

O relatório final, que analisou o período entre 2009 e 2014 do grupo SATA, será apresentado em janeiro no primeiro plenário do parlamento dos Açores de 2016.

A reunião gerou vários momentos de discordância entre os deputados quanto à informação contida no relatório, nomeadamente o real impacto da dívida dos governos dos Açores e da República na SATA.

A comissão de inquérito à SATA foi proposta pela bancada do PSD e visava apurar as responsabilidades políticas pela situação financeira em que se encontra a companhia aérea açoriana, que teve prejuízos de 35 milhões de euros em 2014.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49