sicnot

Perfil

País

Retomadas ao início da manhã buscas por jovem desaparecido na Nazaré

As buscas pelo jovem desaparecido na praia da Nazaré na noite da passagem do ano reiniciaram-se às 08:00 de hoje, novamente por terra, devido à agitação marítima, de acordo com fonte da capitania do porto local.

CARLOS BARROSO

Em declarações à Lusa, fonte da Capitania do Porto da Nazaré explicou que os meios envolvidos nas buscas pelo estudante polaco vão ser os mesmos utilizados na segunda-feira, novamente apenas em terra, já que não existem condições para as fazer por mar devido à forte agitação marítima.

As buscas retomadas hoje envolvem elementos da Polícia Marítima e efetivos das capitanias da Nazaré, Figueira da Foz e de Peniche, apoiados por viaturas todo-o-terreno, e bombeiros das corporações da Nazaré e de São Martinho do Porto.

Em declarações à Lusa na segunda-feira, o capitão-tenente Gomes Agostinho, do porto da Nazaré, disse que "as buscas vão manter-se até sexta-feira, se até essa altura não for avistado o corpo, que pode estar preso em redes e demorar ainda algum tempo a vir à superfície".

As buscas pelo estudante polaco, a cumprir um programa Erasmus em Portugal, iniciaram-se pouco tempo depois dos festejos da passagem do ano, na Nazaré, quando foi dado o alerta por populares pelo desaparecimento de um jovem, alegadamente levado pelo mar.

Setenta e duas horas depois, as buscas passaram a ser feitas apenas em terra com viaturas todo-o-terreno, na orla costeira entre Peniche e a Figueira da Foz, nos distritos de Leiria e de Coimbra, mas as autoridades não avistaram sinais do desaparecido, como sapatos ou peças de roupa.

No sábado passado, em comunicado, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) confirmou o desaparecimento do jovem, aluno da instituição, que frequentava o mestrado em Engenharia da Energia e do Ambiente, ao abrigo do programa europeu Erasmus.

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Admirável mundo novo
    16:17