sicnot

Perfil

País

Retomadas ao início da manhã buscas por jovem desaparecido na Nazaré

As buscas pelo jovem desaparecido na praia da Nazaré na noite da passagem do ano reiniciaram-se às 08:00 de hoje, novamente por terra, devido à agitação marítima, de acordo com fonte da capitania do porto local.

CARLOS BARROSO

Em declarações à Lusa, fonte da Capitania do Porto da Nazaré explicou que os meios envolvidos nas buscas pelo estudante polaco vão ser os mesmos utilizados na segunda-feira, novamente apenas em terra, já que não existem condições para as fazer por mar devido à forte agitação marítima.

As buscas retomadas hoje envolvem elementos da Polícia Marítima e efetivos das capitanias da Nazaré, Figueira da Foz e de Peniche, apoiados por viaturas todo-o-terreno, e bombeiros das corporações da Nazaré e de São Martinho do Porto.

Em declarações à Lusa na segunda-feira, o capitão-tenente Gomes Agostinho, do porto da Nazaré, disse que "as buscas vão manter-se até sexta-feira, se até essa altura não for avistado o corpo, que pode estar preso em redes e demorar ainda algum tempo a vir à superfície".

As buscas pelo estudante polaco, a cumprir um programa Erasmus em Portugal, iniciaram-se pouco tempo depois dos festejos da passagem do ano, na Nazaré, quando foi dado o alerta por populares pelo desaparecimento de um jovem, alegadamente levado pelo mar.

Setenta e duas horas depois, as buscas passaram a ser feitas apenas em terra com viaturas todo-o-terreno, na orla costeira entre Peniche e a Figueira da Foz, nos distritos de Leiria e de Coimbra, mas as autoridades não avistaram sinais do desaparecido, como sapatos ou peças de roupa.

No sábado passado, em comunicado, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) confirmou o desaparecimento do jovem, aluno da instituição, que frequentava o mestrado em Engenharia da Energia e do Ambiente, ao abrigo do programa europeu Erasmus.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.