sicnot

Perfil

País

Parlamento aprova três de cinco condenações a ensaios nucleares norte-coreanos

O parlamento aprovou hoje na íntegra três de cinco votos de condenação relacionados com o recente anúncio de ensaio nuclear bem sucedido por parte da Coreia do Norte, apresentados por BE, CDS-PP e PSD.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Por seu turno, os documentos relativos à mesma temática submetidos à votação por parte de PEV e PCP foram rejeitados em parte ou no seu todo.

Os textos de BE e PSD, respetivamente "Condenação e preocupação pela realização de testes nucleares" e "condenação pelo teste nuclear levado a cabo pela Coreia do Norte", mereceram a abstenção das bancadas parlamentares do CDS-PP e do PCP, por aquela ordem.

Já o voto de condenação do CDS-PP "pelo ensaio nuclear realizado pela Coreia do Norte" mereceu a reprovação de comunistas e ecologistas do texto que referia "a linguagem provocatória e incendiária do regime norte-coreano", bem como suas "ameaças" e "alvos preferenciais" [Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos].

A iniciativa do PEV que defendia ainda "a desnuclearização do planeta" viu rejeitado o seu voto, que falava dos Estados Unidos, "detentores do maior arsenal nuclear do Mundo", pelos votos contra de PSD e CDS-PP e a abstenção do PS, ao passo que o deputado socialista Paulo Trigo de Abreu votou favoravelmente, assim como as bancadas de BE, PCP e PAN.

Por fim, a "condenação e preocupação pela escalada de tensão na península da Coreia" manifestadas pelo PCP foi também "chumbada" com votos contra de PSD, CDS-PP e do deputado socialista Sérgio Sousa Pinto e a abstenção dos restantes deputados do PS.

Lusa

  • Partidos vão apresentar propostas alternativas à descida da TSU
    2:52

    TSU

    O Presidente da República defende a redução da Taxa Social Única mas deixa a porta aberta a outra via para compensar o aumento do salário mínimo. PCP e Bloco de Esquerda insistem que não pode haver contrapartidas que estimulem os salários baixos mas admitem outras formas de aliviar as empresas. À direita, também o CDS irá apresentar propostas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.