sicnot

Perfil

País

PSD e CDS da Câmara de Lisboa contra projeto da Segunda Circular

Os vereadores do PSD e CDS-PP na Câmara de Lisboa vão votar contra o projeto da autarquia para a Segunda Circular caso não haja alterações, por considerarem que é feito "à pressa" e terá impactos na circulação automóvel.

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem

A ideia da autarquia de Lisboa é fazer da Segunda Circular um corredor arborizado como se vê na imagem


"Estamos muito céticos e preocupados com o impacto e com a falta de previsão do impacto que a intervenção vai ter e, nesse sentido, faremos oposição à proposta", disse à Lusa o social-democrata António Prôa, questionando os benefícios da intervenção na circulação na cidade.

Para o autarca, a proposta está "pouco amadurecida", tendo apenas em vista que as obras estejam "concluídas antes das eleições" autárquicas de 2017.

Também para o centrista João Gonçalves Pereira há "uma pressa desmedida para cumprir um calendário eleitoral".

Acresce que, para o responsável, existe "um problema de legitimidade programática", pois o projeto "não estava no programa eleitoral" do PS (em maioria na Câmara), razão pela qual votará contra.

"Estamos, mais uma vez, perante um experimentalismo socialista que brinca com a vida dos lisboetas", salientou.

Pelo PCP, Carlos Moura considerou que esta é uma "proposta bastante complexa" por existirem "poucas alternativas" à Segunda Circular.

"A mudança de perfil é uma coisa que não podemos deixar de olhar com simpatia, mas ao mesmo tempo temos [...] a preocupação de saber como é que se resolve esse problema" do trânsito, assinalou o comunista, frisando a necessidade de ter uma rede de transportes públicos adequada.

Carlos Moura indicou que o partido se deverá abster aquando da votação da proposta.

Até à próxima sexta-feira está em consulta pública no 'site' da Câmara de Lisboa o projeto que a maioria socialista no executivo propõe para a Segunda Circular. Só depois deste prazo a proposta será apreciada pela autarquia.

O objetivo da intervenção é diminuir o tráfego de atravessamento na Segunda Circular através da reformulação de alguns acessos (prevendo-se a eliminação de dois entrecruzamentos na zona do Campo Grande através do fim da ligação da azinhaga das Galhardas à Segunda Circular) e dos nós de ligação ao IC19 (itinerário complementar) e à A1 (autoestrada), encaminhando o trânsito para a CRIL (Circular Regional Interior de Lisboa).

Prevê-se também a implantação de um separador central maior e arborizado, a redução da largura das vias, a montagem de barreiras acústicas, a reabilitação da drenagem, a renovação da iluminação pública e sinalética e a redução da velocidade, de 80 para 60 quilómetros/hora.

Estima-se que as obras custem 10 milhões de euros e se iniciem no primeiro semestre deste ano, tendo a duração de 11 meses.

A presidente da Junta de Freguesia de Benfica, Inês Drummond (PS), salientou que "vai haver uma redução em 50% do ruído, o que é importantíssimo, sobretudo na zona do [centro comercial] Fonte Nova, onde uma das grandes reclamações tem a ver a poluição sonora".

Já em Alvalade, o "limite verde [separador arborizado] na fronteira norte da freguesia vai reduzir o ruído para os moradores dos bairros São João de Brito e Fonseca e Calçadas e melhorar a qualidade de vida", segundo o presidente, André Caldas (PS).

O autarca de Carnide, Fábio Sousa (PCP), sustentou que "o período de discussão pública devia ser alargado".

Posição semelhante tem o presidente da concelhia de Lisboa do PSD, Mauro Xavier, para quem esta "não é propriamente a melhor altura" para realizar a consulta pública.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.