sicnot

Perfil

País

Agência do Ambiente diz que estações "relevantes" monitorizaram cheias no Douro

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) garantiu hoje que "todas as estações de monitorização relevantes para emitir alertas hidrológicos" sobre o caudal do rio Douro estavam operacionais durante as últimas cheias no Porto.

Giovanna Dell'Orto

"As estações de monitorização relevantes para emitir alertas hidrológicos estavam todas operacionais", disse fonte oficial da APA à agência Lusa, notando que, das 34 estações de monitorização da bacia hidrográfica do Douro, nove "não funcionaram".

O esclarecimento surgiu a propósito de declarações do vereador da Proteção Civil da Câmara do Porto, Manuel Sampaio Pimentel, que na reunião camarária de terça-feira informou que "50% dos sensores [de deteção de cheias] estão não operacionais", pelo que, durante o fim de semana, foi necessário "colocar bombeiros em alguns locais para transmitir a informação [sobre a subida da água] por telefone".

De acordo com a APA, que gere os referidos sensores, "na bacia hidrográfica do rio Douro, entre as onze estações udográficas (registo contínuo de precipitação), uma não funcionou" e "entre 23 estação hidrométricas, oito não funcionaram".

"A inoperacionalidade de algumas estações está relacionadas com atos de vandalismo ou problemas de fraca cobertura (por exemplo, no rio Paiva)", acrescentou a APA.

A agência do Ambiente nota que a sua rede hidrometeorológica "está quase totalmente recuperada", estando atualmente "em funcionamento mais de 80% da rede de monitorização", depois da reabilitação "iniciada em outubro de 2014".

"Estiveram em funcionamento, e a disponibilizar dados em tempo real, as estações hidrométricas, localizadas nos aproveitamentos hidroelétricos geridos pela EDP e nos cursos de água, bem como as estações udográficas (registo contínuo de precipitação)", destacou a APA.

De acordo com a agência, "este conjunto de estações permitiu emitir alertas que foram disponibilizados, via programa Rios, à Autoridade Nacional de Proteção Civil e a outros utilizadores, como por exemplo a Capitania do Porto do Douro".

A APA refere que, "para além dos alertas emitidos para a bacia do rio Douro foram emitidos alertas hidrológicos associados ao rio Lima, Vouga e Mondego".

A subida do rio Douro provocou na madrugada de segunda-feira, pelas 03:00, inundações no Porto e Vila Nova de Gaia.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.