sicnot

Perfil

País

Nomeados novos dirigentes para instituição religiosa investigada em Requião, Famalicão

A arquidiocese de Braga nomeou um novo padre e duas novas religiosas para acompanharem a Fraternidade Missionária Cristo Jovem, em Requião, Famalicão. A instituição está a ser investigada, depois das denúncias de maus-tratos e escravidão, de que foram vítimas algumas freiras.

A diocese decidiu afastar os anteriores responsáveis pela Fraternidade, um padre e uma religiosa que foram constituídos arguidos no processo, e escolheu um novo padre para acompanhar aquela comunidade.

Há um ano as dúvidas que surgiram sobre o funcionamento da instituição, já tinham levado o arcebispo de Braga a nomear um sacerdote que ia à Fraternidade todas as semanas, celebrar missa e conversar com as religiosas.

No processo judicial, a acusação deve ser conhecida até ao final de fevereiro.

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38