sicnot

Perfil

País

GNR continua a procurar suspeito de ter matado ex-companheira no Barreiro

O homem suspeito de ter matado a sua ex-companheira na segunda-feira com um tiro, no Barreiro, continua a ser procurado pelas autoridades, disse à hoje Lusa fonte da GNR.

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

"Até ao momento o suspeito ainda não foi localizado. Continuam a decorrer diligências para o encontrar", referiu.

Segundo a mesma fonte, as autoridades realizaram hoje diversas buscas na zona recorrendo a equipas cinotécnicas, cavalos nas zonas mais arborizadas e diversas patrulhas.

O suspeito terá disparado um tiro na cabeça da sua ex-companheira em plena via pública, na tarde de segunda-feira, em Palhais, colocando-se depois em fuga.

O crime ocorreu na rua das Caravelas, na Quinta São João Norte, perto de um infantário que existe no local, e na sua origem terá estado o processo de divórcio, que não era aceite pelo suspeito.

No local esteve presente a GNR, a Polícia Judiciária e os Bombeiros do Barreiro.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07