sicnot

Perfil

País

Governo prepara condições especiais para crianças com cancro irem à escola

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse hoje no parlamento que o Governo está a trabalhar num diploma que permita às crianças com cancro à escola garantindo-lhes condições especiais de frequência e avaliação.

TIAGO PETINGA

"Estamos neste momento a trabalhar para que crianças com doenças oncológicas possam ter condições especiais. Era algo que existia na lei mas que não estava regulamentado", afirmou o ministro perante os deputados da comissão parlamentar de Educação, acrescentando que devido à falta de regulamentação a ida à escola destas crianças só acontecia "com boa vontade" e voluntarismo das escolas e famílias.

Tiago Brandão Rodrigues disse que o ministério que tutela está a trabalhar "num diploma próprio para pôr em prática algo que é tão importante"e que permita a crianças doentes com cancro "condições especiais de avaliação e frequência escolar".

O ministro disse, no decorrer da sua audição na comissão parlamentar, que os alunos com necessidades educativas especiais são uma "preocupação urgente".

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.