sicnot

Perfil

País

Condutores apanhados pela GNR a usar telemóvel aumentaram 30% em 2015

Cerca de 29 mil condutores foram apanhados pela GNR em 2015 por estarem a utilizar o telemóvel durante a condução, mais 30 por cento do que no ano anterior, anunciou hoje a aquela força de segurança.

© Fred Prouser / Reuters (Arquivo)

Os dados foram divulgados a propósito da operação de fiscalização ao uso do telemóvel durante a condução que a Guarda Nacional Republicana realiza em todo o país, na quinta-feira e sexta-feira, com o objetivo de "prevenir a sinistralidade rodoviária associada a este tipo de infração", refere a corporação.

Em comunicado, a GNR refere que, durante 2015, foram controlados mais de 1.400 milhões de viaturas e detetadas cerca de 29 mil infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução, contraordenação que registou um aumento de cerca de 30 por cento em relação a 2014.

Segundo a GNR, no topo da tabela dos distritos com mais infrações por uso do telemóvel durante a condução, em 2015, estão o Porto (4.826), Lisboa (3.675), Aveiro (3.213), Braga (2.411), Faro (2.099) e Setúbal (2.046).

Na quinta-feira e sexta-feira, os militares da GNR voltam a intensificar a fiscalização à utilização do telemóvel durante a condução, numa operação denominada "Smartphone, Smartdrive".

A GNR chama a atenção para os riscos que os condutores correm quando estão a utilização telemóveis, tablets ou dispositivos similares, para realizar chamadas, envio de mensagens (sms) ou consulta de redes sociais, durante a condução, nomeadamente distração visual, limitação motora e distração.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC