sicnot

Perfil

País

Reclusos das prisões portuguesas distinguidos pelo talento artístico

Mais de 180 reclusos de 29 prisões foram selecionados para o concurso "Mostra de Autores Desconhecidos", que lhes reconhecerá o talento artístico, da literatura à música, anunciou a Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC).

Teatro Nacional de São Carlos.

Teatro Nacional de São Carlos.

www.tnsc.pt

Esta "Mostra de Autores Desconhecidos" é uma iniciativa de responsabilidade social da IGAC e nesta segunda edição é feita em parceria com a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, abrangendo o universo dos reclusos em prisões portuguesas.

De acordo com o IGAC, o concurso contou com a participação de 439 reclusos, que inscreveram trabalhos nas categorias de Literatura, Artes Visuais, Banda Desenhada, Música e Teatro, tendo o júri selecionado 186 participantes finalistas, de 29 prisões.

Esta segunda edição do concurso tinha como tema "Desenvolvimento: faz a diferença e liberta uma ideia".

Os vencedores serão anunciados a 4 de fevereiro no Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, e os trabalhos vencedores ficarão disponíveis para consulta em www.autoresdesconhecidos.pt.

Do júri que avaliou os trabalhos apresentados fizeram parte, entre outros, o poeta José Tolentino de Mendonça, o jornalista António Mateus, a encenadora Mónica Calle, o cantor Luís Represas e o grupo Mão Morta.

O concurso "Mostra de Autores Desconhecidos" teve a primeira edição em 2014, dirigida a pessoas "enquadradas em funções de apoio em zonas urbanas menos favorecidas".

Esta é uma iniciativa de responsabilidade social que faz parte do V Plano Nacional para a Igualdade de Género, Cidadania e Não-discriminação 2014-2017, "que visa a inclusão social de homens e mulheres, enquadrados em ambientes económica ou socialmente vulneráveis, através da criação artística", refere a IGAC.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

    Em atualização

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.