sicnot

Perfil

País

Buscas de pescadores desaparecidos em Vigo continuam por mar, terra e ar

As buscas para encontrar os pescadores português e espanhol cujo barco naufragou na sexta-feira ao largo de Vigo foram retomadas hoje com meios marítimos, aéreos e terrestres, disse à Lusa fonte do Centro Nacional de Salvamento Marítimo de Madrid.

reuters

Segundo a fonte, no mar estão empenhadas cinco embarcações do Salvamento Marítimo, da Junta da Galiza e da Guardia Civil.

Àqueles meios juntam-se, por ar, três helicópteros da Polícia Nacional, da Junta da Galiza e do Salvamento Marítimo.

A mesma fonte adiantou que as buscas decorrem hoje ao largo das ilhas Cíes, a sul do Cabo Silleiro, e daí até Baiona, em Pontevedra, na Galiza.

"Até final da semana esperamos poder contar com o apoio de uma equipa de mergulhadores", adiantou a fonte do Salvamento Marítimo.

Em terra, adiantou, estão envolvidos agentes da Guardia Civil e da Polícia Nacional espanhola.

O último contacto registado com a embarcação, de nome 'Látigo' e que estava na pesca de robalos, aconteceu na sexta-feira às 18:30, decorrendo desde então buscas, com meios aéreos e marítimos, para tentar localizar os pescadores.

No sábado, foi avistada a proa do barco naufragado a cerca de 300 metros do farol da entrada sul das ilhas Cíes, mas as condições marítimas impediram os meios de socorro de se aproximarem da embarcação, que se encontra numa zona de mar revolto.

Segundo adiantou nesse dia à Lusa uma fonte do Salvamento Marítimo de Vigo, o helicóptero avistou ainda no mar "um sapato e um colete salva-vidas".

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida