sicnot

Perfil

País

Risco de morte em acidentes entre jovens é 30% superior ao da restante população

O risco de morte em acidentes rodoviários entre jovens dos 18 e os 24 anos é cerca de 30 por cento superior ao da restante população, segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

A ANSR apresenta hoje as estatísticas da sinistralidade rodoviária envolvendo jovens durante a cerimónia de lançamento da edição de 2016 do programa de segurança rodoviária "BP Segurança ao Segundo", destinado a futuros condutores.

Com base no historial dos acidentes dos jovens entre os 18 e os 24, a ANSR indica que a maioria dos acidentes, com mortos ou feridos graves, são despistes, ocorrem dentro das localidades, durante a noite e a madrugada, sobretudo aos fins de semana.

De acordo com a ANSR, esta realidade é explicada pela "inexperiência dos jovens condutores, as suas caraterísticas psicológicas e pelos cinco principais fatores de risco identificados para esta faixa etária: velocidade, álcool, telemóvel, fadiga e a não utilização do cinto de segurança".

Perante estes dados, a sensibilização dos jovens e futuros condutores para as questões da segurança na estrada "é de extrema relevância e preocupação por parte da administração central" e do "setor empresarial que tem desenvolvido todos os esforços para ajudar a combater os níveis de sinistralidade registados na faixa etária entre os 14 e os 18 anos e os seus principais fatores de risco", adianta a ANSR.

Nesse sentido, realiza-se desde 2012 esta campanha rodoviária para sensibilizar os futuros condutores, tendo já envolvido mais de três mil jovens e quase duas centenas de escolas secundárias.

A sessão de apresentação da campanha, que se realiza nas instalações da ANSR, nos arredores de Lisboa, conta com a presença do secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.