sicnot

Perfil

País

Advogado de José Veiga não adianta o que vai responder à proposta do MP

Advogado de José Veiga não adianta o que vai responder à proposta do MP

O empresário José Veiga, detido desde quarta-feira por suspeita dos crimes de corrupção, tráfico de influências e participação em negócio, entre outros, irá conhecer as medidas de coação na segunda-feira, disse hoje o seu advogado. Esta tarde, de regresso ao tribunal, Rogério Alves não quis adiantar aos jornalistas o que vai responder à proposta do Ministério Público (MP).

  • Rogério Alves acredita que José Veiga pode sair hoje em liberdade
    0:53

    País

    À chegada ao Tribunal, esta manhã, Rogério Alves mostrou-se convencido de que José Veiga pode sair hoje em liberdade. O advogado garantiu que o cliente colaborou ao máximo durante o interrogatório de mais de 15 horas. Já o advogado de Paulo Santana Lopes não quis fazer grandes comentários. Tiago Félix da Costa espera apenas que as diligências cheguem hoje ao fim.

  • Termina interrogatório a José Veiga
    1:36

    País

    O interrogatório a José Veiga terminou por volta das 23:00 de domingo, no Tribunal de Instrução Criminal. As medidas de coação dos três arguidos da "Operação Rota do Atlântico" deverão ser conhecidas ainda hoje.

  • Medidas de coação do caso Rota do Atlântico devem ser conhecidas hoje
    2:14

    País

    Depois de quatro dias de interrogatórios, deverão ser conhecidas hoje as medidas de coação aplicadas aos detidos da operação Rota do Atlântico. José Veiga, o último dos três a ser ouvido, continuou a ser interrogado, esta manhã. A defesa diz que os arguidos estão cansados e tensos, mas espera que as diligências sirvam para esclarecer os factos da investigação e que os suspeitos sejam libertados.

  • Um homem de 83 anos é a 42.ª vítima dos incêndios
    1:27

    País

    Subiu para 42 o número de vítimas mortais nos incêndios deste domingo. Um homem de 83 anos foi encontrado sem vida em Lugar de Covelo, em Vouzela. O número de feridos mantém-se, 14 estão em estado grave. A maior parte das mortes aconteceu no distrito de Coimbra (20) e Viseu (19). Segundo a Proteção Civil, já não há desaparecidos. Sete pessoas estavam dadas como desaparecidas e apenas uma foi encontrada sem vida. Um bebé de poucos meses tinha sido dado como morto, mas foi encontrado com vida.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08