sicnot

Perfil

País

José Veiga em prisão preventiva e Paulo Santana Lopes em domiciliária

José Veiga vai ficar em prisão preventiva e Paulo Santana Lopes em prisão domiciliária, sem pulseira electrónica até pagar uma caução. As medidas de coação anunciadas pelo juiz Carlos Alexandre foram decididas cinco dias depois das detenções no processo Rota do Atlântico e depois da maratona de interrogatórios que começaram na quinta-feira passada.

Ao contrário das expectativas da defesa do ex-agente do futebol, José Veiga vai mesmo ficar em prisão preventiva. Esta segunda-feira foi dia para esgrimir argumentos. Os do Ministério Público pla manhã e os das defesas à tarde.

Todos os arguidos depuseram mas, de longe, o depoimento mais extenso foi o de José Veiga. Sábado e domingo respondeu às perguntas da procuradora Susana Figueiredo e do juiz de instrução.

Foram 15 horas de interrogatório que, segundo o advogado Rogério Alves, ajudaram a esclarecer todas as suspeitas, mas que não evitaram a medida de coação mais pesada.

  • Medidas de coação do caso Rota do Atlântico devem ser conhecidas hoje
    2:14

    País

    Depois de quatro dias de interrogatórios, deverão ser conhecidas hoje as medidas de coação aplicadas aos detidos da operação Rota do Atlântico. José Veiga, o último dos três a ser ouvido, continuou a ser interrogado, esta manhã. A defesa diz que os arguidos estão cansados e tensos, mas espera que as diligências sirvam para esclarecer os factos da investigação e que os suspeitos sejam libertados.

  • Termina interrogatório a José Veiga
    1:36

    País

    O interrogatório a José Veiga terminou por volta das 23:00 de domingo, no Tribunal de Instrução Criminal. As medidas de coação dos três arguidos da "Operação Rota do Atlântico" deverão ser conhecidas ainda hoje.

  • Rogério Alves acredita que José Veiga pode sair hoje em liberdade
    0:53

    País

    À chegada ao Tribunal, esta manhã, Rogério Alves mostrou-se convencido de que José Veiga pode sair hoje em liberdade. O advogado garantiu que o cliente colaborou ao máximo durante o interrogatório de mais de 15 horas. Já o advogado de Paulo Santana Lopes não quis fazer grandes comentários. Tiago Félix da Costa espera apenas que as diligências cheguem hoje ao fim.

  • Advogado de José Veiga não adianta o que vai responder à proposta do MP
    0:42

    País

    O empresário José Veiga, detido desde quarta-feira por suspeita dos crimes de corrupção, tráfico de influências e participação em negócio, entre outros, irá conhecer as medidas de coação na segunda-feira, disse hoje o seu advogado. Esta tarde, de regresso ao tribunal, Rogério Alves não quis adiantar aos jornalistas o que vai responder à proposta do Ministério Público (MP).

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".