sicnot

Perfil

País

Montanhistas negligentes podem ter de pagar pelo resgate no Pico, Açores

Montanhistas negligentes podem ter de pagar pelo resgate no Pico, Açores

Em menos de um mês, dois grupos de pessoas que faziam caminhadas no Parque Nacional da Peneda-Gerês pediram para ser socorridos, por estarem desorientados, molhados e cansados. No Pico, nos Açores, o regulamento de acesso à montanha prevê que a despesa do resgate possa ter de ser paga pelo resgatado. No continente, nenhuma área protegida tem qualquer regra semelhante, mas as autoridades alertam para que é preciso ter em atenção as condições meteorológicas e evitar fazer atividades na natureza em dias de chuva, trovoada ou nevoeiro. Os clubes de montanhismo aconselham mesmo formação para quem se quer aventurar em determinados trilhos naturais.

  • Um dos resgatados do Gerês continua em observação no Hospital de Braga
    2:49

    País

    Foram encontradas as oito pessoas que estavam perdidas no Gerês. O mau tempo dificultou a operação de resgate e só 23:30 é que os caminhantes chegaram à zona onde estavam estacionados os meios de socorro. As oito pessoas, que foram fazer um trilho pedestre no concelho de Terras de Bouro, acabaram por pedir socorro, devido a desorientação, ao cansaço e ao frio.

  • Resgate na Peneda-Gerês só terminou de madrugada
    2:54

    País

    A operação de resgate de seis pessoas que ficaram isoladas na Serra da Gerês, só terminou de madrugada. Foi uma missão complicada para os mais de 80 homens da GNR e dos bombeiros que tiveram de se deslocar a pé e que acabaram por ter de transportar um homem numa maca ao longo de 18 km. Um dos 6 resgatados teve de ser hospitalizado com hipotermia. De resto todos os elementos do grupo estão bem.

  • Mais de 1600 fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado fez mais de 1600 ações de fiscalização a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público. Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.