sicnot

Perfil

País

Portugal é dos países da UE com mais queixas de insegurança na Internet

Mais de um terço dos portugueses (36%) queixam-se de ter tido problemas de segurança na Internet, o terceiro valor mais elevado da União Europeia, e cerca de um quarto (26%) evitaram por esse motivo efetuar operações bancárias 'online', revelam dados hoje divulgados pelo Eurostat.

reuters

De acordo com um inquérito hoje divulgado pelo gabinete oficial de estatísticas da UE, por ocasião do 'Dia da Internet Mais Segura', 36% dos internautas portugueses inquiridos afirmaram ter-se confrontado com problemas de segurança na Internet -- tais como vírus, utilização abusiva de dados pessoais, perdas financeiras ou acesso de crianças a sítios de Internet inapropriados -- durante o ano transato, valor apenas superado pela Croácia (42%) e Hungria (39%).

A média de queixosos ao nível da União Europeia fixou-se nos 25%.

O inquérito do Eurostat revela que Portugal é também o terceiro país da UE onde mais pessoas (30%) abdicam de efetuar compras ou fazer encomendas 'em linha' de bens ou serviços para fins privados por recearem problemas de segurança, valor que fica apenas atrás de Roménia (35%) e Suécia (34%).

A insegurança sentida levou ainda a que cerca de um quarto (26%) dos utilizadores de Internet em Portugal tenham evitado efetuar operações bancárias, tal como a gestão de conta - valor apenas superado na Alemanha (27%) -, e a que somente 16% dos portugueses tenham acedido à Internet através de um dispositivo móvel recorrendo a uma conexão sem fios que não a da sua residência.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.