sicnot

Perfil

País

Portugal é dos países da UE com mais queixas de insegurança na Internet

Mais de um terço dos portugueses (36%) queixam-se de ter tido problemas de segurança na Internet, o terceiro valor mais elevado da União Europeia, e cerca de um quarto (26%) evitaram por esse motivo efetuar operações bancárias 'online', revelam dados hoje divulgados pelo Eurostat.

reuters

De acordo com um inquérito hoje divulgado pelo gabinete oficial de estatísticas da UE, por ocasião do 'Dia da Internet Mais Segura', 36% dos internautas portugueses inquiridos afirmaram ter-se confrontado com problemas de segurança na Internet -- tais como vírus, utilização abusiva de dados pessoais, perdas financeiras ou acesso de crianças a sítios de Internet inapropriados -- durante o ano transato, valor apenas superado pela Croácia (42%) e Hungria (39%).

A média de queixosos ao nível da União Europeia fixou-se nos 25%.

O inquérito do Eurostat revela que Portugal é também o terceiro país da UE onde mais pessoas (30%) abdicam de efetuar compras ou fazer encomendas 'em linha' de bens ou serviços para fins privados por recearem problemas de segurança, valor que fica apenas atrás de Roménia (35%) e Suécia (34%).

A insegurança sentida levou ainda a que cerca de um quarto (26%) dos utilizadores de Internet em Portugal tenham evitado efetuar operações bancárias, tal como a gestão de conta - valor apenas superado na Alemanha (27%) -, e a que somente 16% dos portugueses tenham acedido à Internet através de um dispositivo móvel recorrendo a uma conexão sem fios que não a da sua residência.

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus

  • Registadas mais de 500 queimadas em 12 horas

    País

    A Proteção Civil registou esta sexta-feira, no distrito de Viana do Castelo, entre as 06:00 e as 18:00, 515 queimadas, mais cerca de uma centena das contabilizadas na quinta-feira, sendo que três terão dado origem a incêndios florestais.