sicnot

Perfil

País

Cavaco visita quinta-feira centro de formação da GNR no Alentejo

O Centro de Formação da GNR de Portalegre, onde já foram formados cerca de 16.500 militares, "recebe" na quinta-feira o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, que dedica o dia a uma visita ao Alentejo.

(Arquivo)

(Arquivo)

Rui Minderico / Lusa

Depois da escola da Guarda, onde almoça, o chefe de Estado inaugura, também em Portalegre, um lar para portadores de deficiência e uma estrutura residencial para idosos, antes de, em Évora, visitar a Igreja de S. Francisco, que acolhe a célebre Capela dos Ossos e que foi alvo de obras de reabilitação.

De acordo com a agenda oficial, Cavaco Silva começa o dia, às 11:30, com uma visita ao Centro de Formação da GNR, que já se chamou Centro de Instrução de Praças e posteriormente Agrupamento de Instrução de Portalegre, estando dependente da Escola da Guarda, com sede em Queluz.

Os cursos de formação da GNR são ministrados na Escola da Guarda, não só através do centro instalado em Portalegre, como também no centro existente na Figueira da Foz.

Na unidade de Portalegre, a instrução é ministrada desde 1985 e até hoje foram formados cerca de 16.500 militares.

Da parte da tarde, o Presidente da República vai presidir à cerimónia de inauguração das obras de remodelação e ampliação das instalações da Santa Casa da Misericórdia de Portalegre, que contaram com um investimento global superior a 3,1 milhões de euros.

A intervenção permitiu requalificar o lar residencial do Espírito Santo, com capacidade para 39 utentes portadores de deficiência, e a construção da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas Doutor Plínio Serrote, com lotação para 67 idosos.

A estrutura residencial para idosos foi financiada em 75 por cento por fundos comunitários, ao passo que o lar residencial recebeu uma comparticipação de 100 por cento.

As duas valências estão em funcionamento desde dezembro de 2015.

Ainda em Portalegre, a mulher do Presidente da República visita o Centro Paroquial e Social de Urra, segundo disse à agência Lusa o presidente da direção da instituição, Marcelino Marques.

A deslocação do Chefe de Estado ao Alentejo termina, depois, com uma visita à Igreja de S. Francisco, em Évora, onde inaugura núcleos museológicos.

A igreja reabriu ao culto a 04 de outubro de 2015, após mais de um ano fechada para obras de reabilitação.

Uma das novidades da "renovada" igreja é a criação de um espaço museológico na antiga ala das celas dos monges, que vai acolher o espólio de arte sacra da igreja e a coleção de presépios do major-general Fernando Canha da Silva.

Na Capela dos Ossos, que esteve sempre aberta aos turistas durante a intervenção, foram consolidadas as ossadas e colocado, na sua entrada, um painel do arquiteto Siza Vieira alusivo à vida e à insurreição.

A requalificação da igreja envolveu um investimento de quase 4,2 milhões de euros, com uma comparticipação de 70% de fundos comunitários, através do anterior programa operacional regional InAlentejo, tendo a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de São Pedro assegurado os restantes 30%.

Classificada como monumento nacional, a Igreja de São Francisco data de 1224, com a instalação do Convento de São Francisco, mas desse convento inicial quase nada se conhece devido às modificações praticamente totais que lhe foram introduzidas no final da Idade Média.

Mais tarde, as crónicas históricas revelam a reconstrução do edifício no início do século XV, ficando com o nome de Igreja de São Francisco, como é conhecida hoje em dia.

No interior da igreja está localizada a célebre Capela dos Ossos, macabra conceção fradesca completamente forrada por milhares de ossadas humanas recolhidas dos antigos cemitérios da cidade e também muito visitada por turistas.

Lusa

  • Explosão próximo do aeroporto de Damasco

    Mundo

    A televisão do movimento xiita libanês Hezbollah, aliado do regime sírio, noticiou hoje que a explosão ocorrida esta madrugada perto do aeroporto de Damasco "foi provavelmente" resultado de um ataque israelita contra depósitos de combustível.

    Em atualização

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Macron e Le Pen em troca de acusações
    2:16

    Eleições França 2017

    A campanha eleitoral para a segunda volta em França ficou esta quarta-feira marcada por uma troca de acusações entre os dois candidatos. De visita a uma fábrica em risco de encerramento, Le Pen prometeu que se for eleita salvará os 300 postos de trabalho. Emmanuel Macron acusou a candidata da extrema-direita de aproveitamento político.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • "Esta moda bizarra de não vacinar crianças tem tido estas consequências"
    1:43

    Surto de sarampo

    Há mais um caso de sarampo registado pela Direção-Geral da Saúde, no total já são 25. Francisco George garantiu que a situação não é preocupante para as crianças em idade escolar e recomendou uma discussão parlamentar sobre a vacinação. Mais de 11 mil pessoas já assinaram uma petição pública a defender a vacinação obrigatória. 

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.