sicnot

Perfil

País

Fêmea de lince-ibérico nascida em cativeiro libertada no Alentejo

Uma fêmea de lince-ibérico foi libertada na natureza, esta semana, para integrar o núcleo de linces já estabilizados em Mértola, no Alentejo, anunciou hoje o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Lince fêmea Macela.

Lince fêmea Macela.

ICNF

Em comunicado, o ICNF refere que a fêmea Macela faz parte do grupo de nove linces-ibéricos que será libertado este ano em território português, no Parque Natural do Vale do Guadiana, no concelho de Mértola, no distrito de Beja, no âmbito do projeto de Recuperação da Distribuição Histórica do Lince-Ibérico em Espanha e Portugal "LIFE+Iberlince".

A fêmea Macela, cujo nome, inspirado na planta vivaz frequente em Portugal e com propriedades medicinais conhecidas, foi escolhido pela população no Parque Natural do Vale do Guadiana, nasceu em 2015 no Centro Nacional de Reprodução de Lince-Ibérico em Cativeiro, em Silves, no distrito de Faro, no Algarve.

"Se tudo correr como previsto", prevê o ICNF, "a jovem Macela deverá encontrar um companheiro e ter as primeiras crias na primavera de 2019, altura em que, nas serranias e nos campos cultivados, "florescerá igualmente a macela silvestre, trazendo também novas cores e interesses acrescidos à região".

Segundo o ICNF, os linces nascidos e criados em cativeiro e destinados à reintrodução e à vida selvagem não têm contacto direto com os tratadores, apenas com os seus congéneres, para não haver habituação aos humanos.

O desenvolvimento e a evolução de comportamentos naturais dos linces são observados por videovigilância e a sua capacidade de caçar coelho é avaliada antes de serem libertados, explica o ICNF, referindo que a reintrodução da espécie "é um programa de longo prazo, que requer um reforço regular de soltas de animais, até a população se tornar viável e autossustentável".

Lusa

  • Três linces nascidos em cativeiro libertados em Mértola

    País

    Mais três linces ibéricos foram libertados hoje no concelho de Mértola, em Portugal: a fêmea Myrtilis, nascida no centro de reprodução de Silves, a fêmea Mirandilla e o macho Monfrague, ambos nascidos no Centro de Reprodução em Cativeiro La Olivilla, Espanha.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.