sicnot

Perfil

País

Ponte sobre o rio Sousa cede sem causar vítimas

Galeria de fotos

Uma ponte sobre o rio Sousa, concelho de Gondomar, cedeu esta madrugada devido ao mau tempo, a poucos dias de ser desmantelada, indicou fonte da câmara local.

A câmara de Gondomar já tinha planeado para segunda-feira o desmantelamento da ponte.

A câmara de Gondomar já tinha planeado para segunda-feira o desmantelamento da ponte.

Sandra Marques

Sandra Marques

Sandra Marques

Sandra Marques

Sandra Marques

Sandra Marques

A queda da ponte, que não causou vítimas, deu-se pelas 06:00 e no local estiveram a Proteção Civil de Gondomar, bem como elementos da autarquia liderada por Marco Martins e da empresa Águas de Gondomar (AdG).

A "ponte velha" de Foz do Sousa já não era utilizada para circulação e em 2008 foi inaugurada ao lado uma nova ponte devido aos "sinais de desgaste" da antiga infraestrutura, indicou fonte da autarquia, vincando que foi mesmo feito um alerta à população no período de maior mau tempo para que não usassem a ponte.

A câmara de Gondomar tinha planeado para segunda-feira o desmantelamento definitivo da "ponte velha", mas a ocorrência desta madrugada antecipou os trabalhos para hoje, sendo expectável que demore cerca de 15 dias.

Em comunicado, a AdG também confirma a queda "parcial" da ponte, explicando que "devido às intempéries que se estão a fazer sentir desde o início do ano um pilar cedeu".

No documento a empresa fala de um coletor público de saneamento afetado, mas desvaloriza eventuais impactos das descargas no meio ambiente.

A AdG refere que "sendo diminuto o número de clientes ligados à rede pública de saneamento e, por conseguinte, bastante reduzido e diluído o caudal descarregado diretamente no rio Sousa", o impacto de tais descargas no meio ambiente é "mínimo".

Segundo a AdG nenhuma outra infraestrutura desta empresa ficou afetada com esta ocorrência e está a ser implementada uma "solução provisória" que deve ficar operacional em 48 horas, passando pela colocação de um sistema de bombagem e instalação de tubagem ao longo do passeio da nova ponte de Foz do Sousa.

"A solução definitiva passará pela instalação de um novo coletor suspenso sob o tabuleiro desta nova ponte", termina o comunicado da AdG que frisa ter dado já conhecimento quer à câmara de Gondomar, quer à Agência Portuguesa do Ambiente, antiga Administração da Região Hidrográfica.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.