sicnot

Perfil

País

PJ detém em Seia dois suspeitos de tráfico de mulheres e lenocínio

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira a detenção, no concelho de Seia, distrito da Guarda, de dois homens, com 41 e 43 anos, pela alegada prática de crimes de tráfico de pessoas e de lenocínio.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Leonhard Foeger / Reuters

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado que os detidos são suspeitos da prática reiterada, "há já vários meses, em conjugação de esforços e com intuito lucrativo, da atividade de angariação e favorecimento da entrada e permanência ilegais em território português de várias cidadãs estrangeiras, maioritariamente com origem na América do Sul".

A fonte refere que os homens fomentavam a prostituição das mulheres, "no seu próprio interesse", sendo esta atividade exercida sobretudo num estabelecimento de diversão noturna da localidade de Seia.

No âmbito da mesma operação, a PJ intercetou e deteve uma cidadã brasileira por permanência ilegal em território nacional.

Os detidos foram presentes a tribunal para primeiro interrogatório judicial, tendo o homem de 43 anos ficado em prisão preventiva, enquanto o outro detido ficou sujeito a apresentações periódicas diárias às autoridades policiais da sua área de residência.

Fonte policial disse ainda à agência Lusa que o tribunal deu 20 dias à mulher de nacionalidade brasileira para abandonar o país.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC