sicnot

Perfil

País

Sete distritos com Aviso Vermelho este domingo por causa da agitação marítima

Sete distritos do país vão estar sob Aviso Vermelho entre domingo e segunda-feira devido à previsão de agitação marítima, com ondas que podem atingir os 14 metros, anunciou hoje Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

(ARQUIVO)

(ARQUIVO)

© Stephane Mahe / Reuters

Os distritos com 'Aviso Vermelho', o mais grave numa escala de quatro, são o Porto, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga.

O IPMA coloca os sete distritos com 'Aviso Vermelho' por causa da agitação marítima, dando conta da possibilidade de ondas de noroeste com sete a oito metros, que podem atingir os 14 metros de altura máxima.

Este aviso é válido para entre as 12:00 de domingo e as 11:59 de segunda-feira.

De acordo com o IPMA, o 'Aviso Vermelho' diz respeito a situações meteorológicas de risco extremo.

Ao início da manhã de hoje, o IPMA aumentou para dez o número de distritos sob aviso meteorológico laranja, mais seis do que no final do dia de sexta-feira.

Faro, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja e Coimbra constam agora também da lista de aviso meteorológicos de chuva intensa e forte agitação marítima, juntando-se a Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga.

Nesses dez distritos, o IPMA espera ondas com cinco a sete metros, mas que durante o dia de hoje podem vir a atingir dez a 12 metros de altura máxima, e chuva persistente e por vezes forte.

O Aviso Laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado.

lUSA

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.