sicnot

Perfil

País

Redução do consumo de sacos de plástico leves foi medida positiva

Os portugueses reduziram muito a utilização de sacos de plástico leves devido à entrada em vigor da taxa, que acabou com a distribuição gratuita, e em algumas lojas a quebra ultrapassou 90%, uma medida "claramente positiva" para os ambientalistas.

SIC Arquivo

A nova taxa de dez cêntimos sobre os sacos de plástico, que entrou em vigor a 15 de fevereiro do ano passado, pretendia reduzir a utilização dos 466 para os 50 sacos por habitante e por ano, uma das mais elevadas da Europa.

A medida, avançada pelo anterior ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, tem como objetivo contribuir para o decréscimo da quantidade plásticos que estão a poluir o ambiente, com especial incidência nos oceanos.

Os sacos de plástico leves, com espessura inferior a 50 microns, anteriormente oferecidos nas lojas, principalmente nas caixas do hipermercados, rompem-se facilmente e desfazem-se em pequenas partículas que são ingeridas pelos peixes e aves marinhas, causando a sua morte, e acabam por chegar também ao prato dos consumidores.

Em resposta a questões da agência Lusa, o Minstério do Ambiente avança que, com base na informação disponível, "verificou-se uma redução significativa da utilização de sacos de plástico leves", embora não seja possível ainda saber quais os setores nos quais a redução foi mais acentuada.

No entanto, respostas de algumas lojas já recebidas pelo Ministério agora liderado por João Matos Fernandes refletem quebras acima de 90%, em áreas de negócio tão distintas como materiais de construção, material automóvel, vestuário ou alimentação.

Assim, entre os exemplos apresentados estão a Maxmat, com menos 97,4% de consumo de sacos de plástico leves, a Norauto, que reduziu 97,2%, a Calzedonia, com um decréscimo de 95,6%, ou o Aldi, com uma quebra de 91,9%. A Fnac regista a menor descida, com menos 83,6%.

Para Rui Bermekeier, da Quercus, a falta de dados sobre o comportamento do consumo após a entrada em vigor da taxa impede uma análise detalhada dos efeitos da medida, mas a observação do comportamento dos consumidores, principalmente em super e hipermercados, leva a concluir que houve uma redução da presença de sacos leves.

"Há uma migração para sacos mais grossos que, como são pagos, são mais valorizados pelos consumidores, embora não deixem de ser descartáveis", disse o ambientalista para quem esta medida "é claramente positiva" já que "evita a utilização de sacos que se degradam".

Os hábitos dos consumidores tiveram uma "mudança radical, passando a optar por sacos reutilizáveis", mas também por sacos do lixo, muitos dos quais reciclados o que lhes confere "uma valência ambiental", acrescentou.

A Sociedade Ponto Verde, responsável pela recolha e tratamento de embalagens, disse à Lusa que, de acordo com os dados que dispõe, há uma diminuição da presença de sacos de caixa nos resíduos e uma substituição por sacos de lixo (limpos) para levar os materiais ao ecoponto.

"No entanto, esta substituição de uns sacos pelos outros não tem impacto na reciclagem dos resíduos visto que são todos recicláveis", salienta a entidade.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC