sicnot

Perfil

País

Redução do consumo de sacos de plástico leves foi medida positiva

Os portugueses reduziram muito a utilização de sacos de plástico leves devido à entrada em vigor da taxa, que acabou com a distribuição gratuita, e em algumas lojas a quebra ultrapassou 90%, uma medida "claramente positiva" para os ambientalistas.

SIC Arquivo

A nova taxa de dez cêntimos sobre os sacos de plástico, que entrou em vigor a 15 de fevereiro do ano passado, pretendia reduzir a utilização dos 466 para os 50 sacos por habitante e por ano, uma das mais elevadas da Europa.

A medida, avançada pelo anterior ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, tem como objetivo contribuir para o decréscimo da quantidade plásticos que estão a poluir o ambiente, com especial incidência nos oceanos.

Os sacos de plástico leves, com espessura inferior a 50 microns, anteriormente oferecidos nas lojas, principalmente nas caixas do hipermercados, rompem-se facilmente e desfazem-se em pequenas partículas que são ingeridas pelos peixes e aves marinhas, causando a sua morte, e acabam por chegar também ao prato dos consumidores.

Em resposta a questões da agência Lusa, o Minstério do Ambiente avança que, com base na informação disponível, "verificou-se uma redução significativa da utilização de sacos de plástico leves", embora não seja possível ainda saber quais os setores nos quais a redução foi mais acentuada.

No entanto, respostas de algumas lojas já recebidas pelo Ministério agora liderado por João Matos Fernandes refletem quebras acima de 90%, em áreas de negócio tão distintas como materiais de construção, material automóvel, vestuário ou alimentação.

Assim, entre os exemplos apresentados estão a Maxmat, com menos 97,4% de consumo de sacos de plástico leves, a Norauto, que reduziu 97,2%, a Calzedonia, com um decréscimo de 95,6%, ou o Aldi, com uma quebra de 91,9%. A Fnac regista a menor descida, com menos 83,6%.

Para Rui Bermekeier, da Quercus, a falta de dados sobre o comportamento do consumo após a entrada em vigor da taxa impede uma análise detalhada dos efeitos da medida, mas a observação do comportamento dos consumidores, principalmente em super e hipermercados, leva a concluir que houve uma redução da presença de sacos leves.

"Há uma migração para sacos mais grossos que, como são pagos, são mais valorizados pelos consumidores, embora não deixem de ser descartáveis", disse o ambientalista para quem esta medida "é claramente positiva" já que "evita a utilização de sacos que se degradam".

Os hábitos dos consumidores tiveram uma "mudança radical, passando a optar por sacos reutilizáveis", mas também por sacos do lixo, muitos dos quais reciclados o que lhes confere "uma valência ambiental", acrescentou.

A Sociedade Ponto Verde, responsável pela recolha e tratamento de embalagens, disse à Lusa que, de acordo com os dados que dispõe, há uma diminuição da presença de sacos de caixa nos resíduos e uma substituição por sacos de lixo (limpos) para levar os materiais ao ecoponto.

"No entanto, esta substituição de uns sacos pelos outros não tem impacto na reciclagem dos resíduos visto que são todos recicláveis", salienta a entidade.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • FC Porto acusa Benfica de recorrer a serviços de "bruxaria"
    2:34

    Desporto

    Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria". O diretor de comunicação do FC Porto revelou uma troca de e-mails entre Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, suposto comissário nacional da polícia da Guiné-Bissau com a celebração de um contrato de prestação de serviços.

  • Francisco J. Marques promete continuar a revelar e-mails
    2:11

    Desporto

    Francisco J. Marques diz que a Polícia Judiciária sabe como o Futebol Clube do Porto teve acesso aos e-mails e desafia o Benfica a revelar os originais. O diretor de comunicação do clube portista revelou ainda que irá continuar a divulgar e-mails, já que isso não é incompatível com o segredo de Justiça.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.