sicnot

Perfil

País

Ministro dos Negócios Estrangeiros apela a consensos entre PS e PSD

Em entrevista ao jornal Público, Augusto Santos Silva defende que os entendimentos entre os dois partidos são "absolutamente necessários", em matérias como a justiça, a segurança ou a política externa e europeia.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

Questionado sobre se Pedro Passos Coelho é um obstáculo a esses consensos, o ministro diz que "cabe aos militantes do PSD decidir" se o ex-primeiro-ministro é um "obstáculo ou um trunfo".

Já sobre o PCP e o Bloco de Esquerda em relação à Europa, Santos Silva destaca que no último semestre "aconteceram muitas coisas históricas".

O ministro entende que a esquerda está mais mobilizada do que a direita, no atual cenário político português.

  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.