sicnot

Perfil

País

Carlos Martins vai manter-se à frente do Hospital de Santa Maria

O presidente do Hospital de Santa Maria, Carlos Martins, vai continuar a ocupar o lugar de presidente do Conselho de Administração daquela unidade de saúde, revelou hoje o gabinete do ministro.

Hospital de Santa Maria, em Lisboa. (Arquivo)

Hospital de Santa Maria, em Lisboa. (Arquivo)

Carlos Martins tinha colocado o lugar à disposição em dezembro - quando um jovem morreu com um aneurisma roto no hospital de São José, alegadamente por falta de assistência -, por ter sido informado de que o hospital a que presidia recusou receber aquele doente.

O Minsitério da Saúde fez hoje saber que reconduziu Carlos Martins no cargo.

Este responsável explicou em janeiro, durante uma comissão parlamentar de Saúde, que pôs imediatamente o lugar à disposição quando foi contactado pelo ministro, que lhe disse que "o presidente da Administração Regional de Saúde se demitiu e que havia outras duas pessoas na mesma situação", na sequência do caso de David Duarte, que morreu na madrugada de 14 de dezembro após ter dado entrada no São José com um aneurisma roto.

O presidente do conselho de administração do Hospital de Santa Maria entendeu então deixar total liberdade ao ministro para tomar as medidas que entendesse necessárias, até porque, na altura, os dados que tinha "eram de que Santa Maria tinha sido acionado e não tinha respondido".

Carlos Martins terá tomado por boa essa informação, mas o diretor de serviço informou-o entretanto de "que Santa Maria não tinha sido acionado", facto de que o presidente do Conselho de Administração disse ter provas.

"De acordo com o relatório que solicitei, não temos nenhum registo de falha neste período de tempo, nenhum registo de morte ou recusa de qualquer profissional de comparecer no hospital em caso de necessidade. É essa a prática, diria que quase corrente, em Santa Maria", afirmou então aos deputados.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16