sicnot

Perfil

País

Homem de 50 anos desaparece na zona do Barreiro no rio Tejo

Um homem de cerca de 50 anos desapareceu hoje na zona de Palhais, Barreiro, quando apanhava amêijoas no rio Tejo, disse à Lusa fonte da Polícia Marítima, acrescentando que o alerta foi dado às 12:10.

O homem, que aproveitava a maré baixa para apanhar amêijoas, terá sido "apanhado pela subida repentina da água", disse à Lusa o comandante da capitania do porto de Lisboa e da Polícia Marítima, Malaquias Domingues.

O alerta foi dado por um outro homem, que também se encontrava no local a apanhar amêijoas.

As buscas, que decorreram desde o início da tarde - quer na zona do rio em Palhais, quer do lado de paio Pires, perto da siderurgia do concelho - foram interrompidas às 19:00 e serão retomadas às 07:30 de quinta-feira, avançou o responsável da Polícia Marítima.

No local estiveram duas embarcações, uma da capitania e outra da Polícia Marítima.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.