sicnot

Perfil

País

Rapaz encontrado morto em Portimão vai ser autopsiado amanhã

O adolescente hoje encontrado morto num terreno baldio próximo da sua casa, em Portimão, vai ser autopsiado na quinta-feira ao início da manhã, disse à Lusa fonte do Instituto Nacional de Medicina Legal (INML).

Segundo a mesma fonte, a autópsia ao jovem, vítima de homicídio, será realizada no Gabinete Médico-Legal e Forense do Barlavento, situado no complexo do hospital de Portimão, para onde o cadáver foi encaminhado.

A coordenadora daquele gabinete acompanhou as autoridades policiais nas diligências realizadas no local onde o corpo foi encontrado, logo pela manhã, fazendo uma primeira observação ao cadáver, concluiu a mesma fonte.

A mãe do jovem encontrado hoje morto em Portimão foi ouvida durante praticamente todo o dia pelos inspetores da PJ, "sempre na qualidade de testemunha", não sendo, para já, considerada suspeita no processo, disse à Lusa fonte policial.

Durante as diligências já realizadas, os inspetores da PJ "encontraram indícios de crime", acrescentando esta fonte que há suspeita de que "o menor foi vítima de homicídio" e que as investigações vão prosseguir.

O corpo do rapaz, de 15 anos, foi descoberto pouco depois das 09:00 de hoje num terreno baldio entre o sítio das Vendas e o Malheiro, no concelho de Portimão, junto ao hospital da cidade, nas imediações da casa onde vivia.

O rapaz frequentava um curso de Cozinha na cidade vizinha de Lagoa, tendo faltado às aulas três dias antes de a mãe ter comunicado às autoridades o seu desaparecimento, no dia 22 de fevereiro.

O padrasto do menor, de nacionalidade brasileira, viajou para o Brasil no dia do desaparecimento do jovem, de acordo com o jornal Correio da Manhã.

Lusa

  • Polícia procura condutor da carrinha e outros dois suspeitos
    1:08
  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38