sicnot

Perfil

País

Ex-administrador da Gaianima fala em "guerrilha política" por detrás de investigação

O ex-administrador da empresa municipal Gaianima Angelino Ferreira considerou hoje que a investigação à gestão da antiga empresa municipal tem "muita guerrilha política por detrás", não atribuindo "qualquer credibilidade" à auditoria externa que revelou irregularidades.

Luís Filipe Menezes, criador da Gaianima.

Luís Filipe Menezes, criador da Gaianima.

LUSA

"Em janeiro de 2014 fui convidado para continuar no Conselho de Administração [da Gaianima] pelo atual presidente da câmara e acedi, mas passado um mês comecei a aperceber-me de um certo ruído político, uma guerrilha política, e como não sou ator, nem figurante para esse tipo de coisas, defendi a realização de uma auditoria que, entretanto, subscrevi e deliberei", disse durante uma conversa com jornalistas.

Angelino Ferreira falava hoje aos jornalistas, um dia depois de a Polícia Judiciária (PJ) ter realizado 24 buscas à Câmara de Gaia, empresas e domicílios, no âmbito de uma investigação ligada à gestão da antiga empresa municipal Gaianima, extinta em 2015. Segundo a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto, ainda não foram constituídos arguidos.

Angelino Ferreira realçou nunca ter sido ouvido nem durante, nem depois da realização da auditoria externa à empresa municipal Gaianima.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.