sicnot

Perfil

País

Fim de semana de sol, mas com noites frias

O fim de semana em Portugal continental vai ser marcado por noites frias, mas dias com temperaturas máximas a rondar os 20 graus Celsius em algumas regiões do país, disse hoje à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

(Arquivo)

(Arquivo)

A meteorologista Maria João Frada, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), adiantou que a partir de sexta-feira vai predominar, em todo o país, o céu pouco nublado e o vento vai diminuir de intensidade.

"Vamos ter uma situação de céu pouco nublado ou limpo. O vento vai diminuir de intensidade a partir de sexta-feira, apesar de ainda soprar moderado no litoral oeste e terras altas", disse.

Maria João Frada salientou também que as temperaturas mínimas vão continuar relativamente baixas para a altura do ano, predominando as noites frias.

"As temperaturas mínimas nas regiões do norte e centro vão variar entre -2 e os 03 graus e nas restantes regiões entre os 04 e os 08 graus", disse.

No que diz respeito às temperaturas máximas, o IPMA prevê para o fim de semana valores entre os 15/16 e os 19/20 graus.

"O que vamos ter é uma grande variação entre os valores das temperaturas mínimas e as máximas, ou seja, acentuado arrefecimento noturno e depois dias mais quentes", disse

Maria João Frada disse ainda que este cenário deverá manter-se pelo menos até dia 15 (terça-feira).

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.