sicnot

Perfil

País

Projeto da 2ª Circular aumenta para 13 milhões de euros

A Câmara de Lisboa volta a debater na quarta-feira a requalificação da Segunda Circular, projeto que surge com algumas alterações e "melhorias" após apreciação pública e cujo orçamento passou de 10 para 13 milhões de euros.

De acordo com a proposta assinada pelo vereador das Obras Municipais, Manuel Salgado, entre as principais alterações está a "substituição das espécies arbóreas a plantar no separador central na proximidade do Aeroporto", optando-se antes por freixos, espécie de porte médio que pode atingir os 25 metros. Anteriormente, previa-se que grande parte das árvores fosse da espécie lódão, com folha caduca e copa redonda e que alcança os 30 metros.

Está também em causa o alargamento do separador central (mas para a extensão mínima possível em cada zona), a aplicação de um "sistema de retenção de veículos", a introdução de guardas de segurança para diminuir o "risco de galgamento" e de "colisão com as árvores" e a criação de "zonas de transição com uma extensão desejável" nos acessos da A1 (Autoestrada do Norte) e IC19 (Itinerário Complementar) à Segunda Circular.

Paralelamente, a autarquia quer "melhorar a velocidade comercial dos autocarros", através de vias prioritárias nos ramos do Campo Grande e junto ao Estádio da Luz e do reforço da prioridade destes veículos, e ainda reforçar o número de "passadeiras pedonais desniveladas", explica Manuel Salgado no documento, a que a agência Lusa teve hoje acesso.

A proposta da maioria PS na Câmara de Lisboa, que visa aumentar a segurança rodoviária, a fluidez e a qualidade ambiental, já foi apreciada pelo executivo em dezembro passado, mas a oposição pediu o seu adiamento de forma a ouvir a população.

O projeto esteve em consulta pública entre 23 de dezembro e 29 de janeiro -- tendo havido 400 pronúncias -- e foi analisado em debates públicos, um dos quais promovido pela Assembleia Municipal de Lisboa (AML), que também fez várias sugestões.

A AML chegou a propor a substituição das árvores previstas por arbustos, por esta ter sido uma das questões mais polémicas devido à segurança aeronáutica.

Relativamente a essa área, "foi possível encontrar soluções técnicas que respondam de forma eficaz à preocupação expressa quanto aos riscos de 'bird strikes' (colisão entre pássaros e aeronaves)" e ao plano de emergência do aeroporto", adianta Manuel Salgado, sem especificar.

Já no início deste mês, a autarquia tinha garantido que iria aplicar um plano de controlo da avifauna próxima do aeroporto para minorar potenciais riscos para a aviação, segundo uma decisão transmitida ao gabinete que investiga acidentes aéreos.

A proposta que será apreciada na reunião privada de quarta-feira inclui também a "implementação das propostas apresentadas ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes e à Infraestruturas de Portugal para a reformulação dos nós da Buraca e de Sacavém", de forma a "reduzir alguns dos principais constrangimentos atualmente existentes nos movimentos de saída da Segunda Circular e facilitar o encaminhamento do tráfego para a CRIL (Circular Regional Interior de Lisboa)".

"Na sequência deste processo participativo (...) e à luz dos contributos recolhidos, foi alterado o projeto, tendo sido introduzidas melhorias", vinca Manuel Salgado.

Por isso, a Câmara quer um concurso público com publicidade internacional de quase 13 milhões de euros (incluindo o Imposto sobre o Valor Acrescentado), investimento que, na proposta inicial, rondava os 10 milhões.

Também o prazo da obra -- que deve ter início em junho - passou de 10 para oito meses.

Continua a prever-se a reformulação de nós de acesso, a redução da velocidade de 80 para 60 quilómetros/hora, a diminuição da largura da via em alguns locais, a montagem de barreiras acústicas, a reabilitação da drenagem e do piso e a renovação da sinalética e iluminação.

Inicialmente, o município previa 500 árvores ao longo do separador central e cerca de 7.500 na área envolvente à via. Na atual proposta, não está indicado o número de árvores a plantar.

Lusa

  • O que está em causa na requalificação da 2ª Circular
    8:15

    País

    Na via que há mais de 50 anos atravessa a capital, passam diariamente entre 100 e 110 mil carros. É a via de Lisboa com maior sinistralidade: nos últimos três anos registaram-se 409 acidentes com vítimas, 5 mortos e 16 feridos graves. A Câmara promete reduzir os números negros, diminuir o trânsito em 19%, o ruído para metade e a poluição naquela que é um dos principais pontos negros da cidade. Fomos conhecer os argumentos do projeto.

  • As propostas para melhorar projeto de requalificação da 2ª Circular
    1:56

    País

    A consulta pública ao projeto para a requalificação da 2ª Circular terminou na sexta-feira. A ideia da Câmara de Lisboa pode, afinal, não ter tantos opositores como se previa. Dos debates de discussão pública saíram, sobretudo, propostas para melhorar o projeto, como a instalação de faixas reservadas aos transportes públicos e a reformulação do eixo central.

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Mundo tornou-se "mais sombrio e mais instável" em 2016

    Mundo

    O mundo tornou-se em 2016 "um local mais sombrio e mais instável", devido ao agravamento de conflitos como a Síria e dos "discursos do ódio" na Europa e Estados Unidos, considerou hoje a Amnistia Internacional no seu relatório anual.

  • Semáforos no chão para os mais distraídos

    Mundo

    Na cidade holandesa de Bodegraven, está a ser testado um sistema de semáforos para quem usa o telemóvel na rua. Estes semáforos têm a forma de faixas, que são colocadas no chão, e a luz muda de cor consoante o trânsito, tal como os semáforos já existentes.

    André de Jesus

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.