sicnot

Perfil

País

Incêndio em Cascais faz seis feridos

O incêndio que deflagrou hoje de madrugada num edifício habitacional em Cascais foi dado como dominado às 9:30, ao fim de mais de seis horas de combate às chamas.

Segundo o Comandante Operacional distrital de Lisboa, Carlos Mata, ainda decorrem as operações de rescaldo do incêndio que se propagou do 4.º ao 9.º piso do Edifício Cascais Atrium, na Rua da Torre.

A mesma fonte adiantou que seis pessoas foram assistidas apenas por precaução no Hospital de Cascais, devido à inalação de fumos.

A dificuldade em combater o fogo deveu-se ainda à dimensão do edifício e ao facto de os apartamentos serem maioritariamente em madeira, acrescentou.

Alguns bombeiros tiveram que ser assistidos por causa do cansaço.

No total arderam seis dos dez pisos que compõem o edifício. O incêndio começou no quarto piso, mas ainda são desconhecidas as causas.

No local permanecem ainda 94 operacionais dos bombeiros, da PSP, da Polícia Municipal e da proteção Civil.

Com Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.