sicnot

Perfil

País

Jovem acusado de matar adolescente em Salvaterra de Magos começa hoje a ser julgado

O Tribunal de Santarém começa hoje a julgar o jovem suspeito de matar um adolescente de 14 anos em maio de 2015, em Salvaterra de Magos, e que é acusado de homicídio qualificado e profanação de cadáver.

Tribunal de Santarém

Tribunal de Santarém

DR

O arguido, atualmente com 18 anos, é acusado de ter matado o adolescente na noite de 11 de maio de 2015 devido aos golpes que lhe desferiu com um tubo de metal, no corpo e na cabeça, e de, na tarde de dia 13, ter arrastado o cadáver, escondendo-o no sótão do prédio onde o crime ocorreu.

O jovem, preso preventivamente no estabelecimento prisional especial de Leiria desde 15 de maio de 2015, é acusado de ter agido "motivado pelo seu gozo pessoal" e pelo "desejo" de ficar com um telemóvel, peças de roupa e ténis que pertenciam à vítima, matando "por motivos insignificantes".

No processo, consultado pela Lusa, é referido que o jovem apresentou várias versões desde o primeiro momento em que foi ouvido pela Polícia Judiciária, a 12 de maio, uma disparidade "demonstrativa de que falta frequentemente à verdade, tentando adaptar o discurso às circunstâncias".

Além da sessão agendada para decorrer ao longo de todo o dia de hoje, o coletivo de juízes, presidido por Raquel Matos Rolo, marcou já a continuação do julgamento para o próximo dia 14.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.