sicnot

Perfil

País

"Ministro de quê?", agências internacionais noticiam polémica de João Soares

As agência Reuters, France Presse e Associated Press (AP) dão hoje conta da polémica reação do ministro da Cultura aos artigos de opinião publicados no jornal Público. A Reuters refere que os críticos de João Soares exigem agora a demissão do governante e, perante inusitada reação de um responsável pela pasta Cultura, coloca a seguinte questão: "Ministro de quê?. A AP manifesta estranheza por João Soares continuar ainda no Governo.

A invulgar situação vivida em Portugal, com um governante a oferecer bofetadas a autores de artigos de opinião, levou a France Presse a integrar este artigo na editoria de "Insólitos".

A Reuters refere que João Soares chamou "incompetente" ao autor de um dos artigos e que chegou mesmo a ameaçar com bofetadas os dois cronistas que criticaram o seu desempenho no Ministério da Cultura.

O pedido de desculpa do primeiro-ministro e a recusa em demitir João Soares é o ângulo escolhido pela AP. Questionado ontem pelos jornalistas sobre se mantém a confiança no ministro, António Costa não quis responder, limitou-se a pedir desculpa aos dois cronistas e disse ainda que já recordou os membros do Governo que devem ser contidos na maneira como expressam as emoções em público.

O crítico e programador cultural Augusto M. Seabra publicou na quarta-feira um artigo de opinião na edição online do jornal Público considerando uma surpresa "inexplicável" a nomeação de João Soares para a tutela cultural do Governo.

No artigo de opinião "Tempo velho na cultura", M. Seabra considera que "o setor vive uma situação de emergência" pela sistemática desorçamentação e critica a falta de um aumento de dotação, "como mesmo acrescido desinvestimento na Direção-Geral do Património e no Fundo de Fomento Cultural".

João Soares reagiu no Facebook prometendo "salutares bofetadas" ao sociólogo Augusto M. Seabra pelas críticas de falta de linha de ação política e "estilo de compadrio, prepotência e grosseria" que este lhe fez.

O ministro rematou, na publicação: "Estou a ver que tenho de o procurar a ele e, já agora, ao Vasco Pulido Valente, para as salutares bofetadas. Só lhes podem fazer bem. A mim também".

Vasco Pulido Valente, outro colunista do jornal Público, tinha publicado no início de março um artigo também muito crítico de João Soares, dizendo que não tem por ele "qualquer respeito nem como homem, nem como político".

  • Leitão Amaro diz que João Soares colocou em causa o princípio da liberdade
    1:44

    País

    O deputado do PSD António Leitão Amaro diz que as declarações de João Soares colocam em causa o princípio da liberdade e que por isso o ministro não tem condições para continuar. Já João Ferreira do PCP diz que este é um não assunto e que deveria ser uma oportunidade para discutir a situação de emergência no setor da Cultura.

  • António Costa pede desculpa aos cronistas do Público
    1:17

    País

    O primeiro-ministro reagiu, esta noite, à polémica que envolve o ministro da Cultura. João Soares usou uma rede social para prometer bofetadas a dois conhecidos cronistas do Público, que o criticaram em artigos de opinião. Questionado pelos jornalistas se mantém a confiança no ministro, António Costa não quis responder, limitou-se a pedir desculpa aos dois cronistas e disse ainda que já recordou os membros do Governo que devem ser contidos na maneira como expressam as emoções em público.

  • As polémicas de João Soares
    2:29

    País

    O ministro da Cultura usou, esta manhã, as redes sociais para prometer bofetadas a dois conhecidos cronistas do jornal Público. As declarações de João Soares provocaram várias reações entre os partidos políticos. Esta não é a primeira vez que o agora governante se vê envolvido em vários episódios relacionados com a sua opinião. O apoio à UNITA contra o governo de Angola, as críticas a António Costa e mais recentemente o pré-anúncio da demissão do presidente do Centro Cultural de Belém são alguns dos casos.

  • Vasco Pulido Valente diz estar à espera das bofetadas de João Soares
    3:20

    País

    O ministro da Cultura usou, esta manhã, uma rede social para prometer bofetadas a dois conhecidos cronistas do Público, Augusto M. Seabra e Vasco Pulido Valente, que o criticaram em artigos de opinião. Augusto M. Seabra acusa João Soares de atentar contra a liberdade de expressão e Vasco Pulido Valente diz estar à espera das bofetadas.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.