sicnot

Perfil

País

Remoção de embarcação de pesca encalhada na praia da Arrifana adiada para amanhã

As operações de remoção da embarcação "Avô Melro", que encalhou no porto da Arrifana, em Aljezur, na segunda-feira passada, foram canceladas hoje e adiadas para sábado, devido ao agravamento do estado do mar.

LUIS FORRA

LUIS FORRA

"Aguarda-se, agora, a confirmação de disponibilidade do rebocador para amanhã às 16:00, para que se inicie às 09:00 a preparação da embarcação, pela empresa responsável pelo salvamento. Este sábado é uma janela de oportunidade para a remoção da embarcação, visto estar prevista a entrada de temporal no domingo, que irá manter-se pelo menos quatro a cinco dias", disse a autoridade marítima nacional, em comunicado.

A embarcação "Avô Melro" encalhou numa zona rochosa a norte do portinho da Arrifana, com pouco espaço de trabalho para as equipas envolvidas, o que dificulta e prolonga os trabalhos de preparação que só podem ser feitos durante a maré baixa, explicou o comandante Carvalho Pinto.

O barco será encaminhado para a baía da Arrifana, costa vicentina, onde receberá uma vistoria de segurança por um perito da capitania na baía da Arrifana que determinará se estão reunidas as condições para o reboque até ao Porto de Portimão para reparação em estaleiro, adiantam as autoridades.

Os seis tripulantes da embarcação foram resgatados em segurança no próprio dia da ocorrência, pelo helicóptero da Marinha Portuguesa.

Lusa

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida