sicnot

Perfil

País

Secretário de Estado sai em "profundo desacordo" com ministro da Educação

O secretário de Estado da Juventude e Desporto demissionário, João Wengorovius Meneses, revela que saiu do Governo "em profundo desacordo" com o ministro da Educação em relação às políticas seguidas e "ao modo de estar" no exercício de cargos públicos. Vai ser substituído por João Paulo Rebelo.

João Wengorovius Meneses escreveu na sua página na rede social Facebook:

"Deixo hoje o XXI Governo Constitucional, convicto de que tinha um bom projeto e uma excelente equipa - e de que estávamos no caminho certo - contudo, em profundo desacordo com o Sr. Ministro da Educação no que diz respeito à política para a juventude e o desporto e ao modo de estar no exercício de cargos públicos".

"Continuo convicto de que temos um excelente Governo, capaz de ser bem sucedido num momento político tão decisivo. Votos de sucesso ao Governo", acrescenta o secretário de Estado, cuja demissão foi conhecida na terça-feira à noite.

A saída de João Wengorovius Meneses do Governo foi conhecida por causa de uma nota colocada na página oficial na internet da Presidência da República segundo a qual o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa dará posse na quinta-feira ao novo secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, juntamente com os novos ministro e secretário de Estado da Cultura.

A assessoria do gabinete do primeiro-ministro e do Ministério da Educação informou apenas que João Wengorovius Meneses abandona o cargo a seu pedido, sem adiantar quais os motivos e quando é que foi apresentado o pedido.

O novo secretário de Estado da Juventude e Desporto é deputado socialista, eleito pelo cículo de Viseu, e faz parte da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.

João Paulo Rebelo também esteve na comissão da Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, segundo a página da Assembleia da República.

Com Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.