sicnot

Perfil

País

Presidente deu posse ao novo ministro da Cultura e secretários de Estado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu hoje posse ao novo ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, e aos novos secretários de Estado da Cultura, Miguel Honrado, e da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

Luís Castro Mendes cumprimenta o seu antecessor, João Soares

Luís Castro Mendes cumprimenta o seu antecessor, João Soares

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Os três novos membros do XXI Governo tomaram posse numa cerimónia realizada na Sala das Bicas do Palácio de Belém, em Lisboa, que durou cerca de três minutos e constituiu a primeira alteração ao executivo do PS.

No início da cerimónia, o primeiro-ministro, António Costa, fez questão de ir dar um abraço forte ao ex-ministro da Cultura, João Soares, que no final, recebeu também um abraço do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

João Soares assistiu a esta sessão juntamente com a ex-secretária de Estado da Cultura, Isabel Botelho Leal, que foi igualmente cumprimentada pelo primeiro-ministro.

Foi notada a ausência de João Wengorovius Meneses, que deixou o cargo de secretário de Estado da Juventude e do Desporto em "profundo desacordo" com o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

A maioria dos ministros do XXI Governo assistiu à cerimónia. As exceções foram os titulares das pastas das Finanças, da Ciência, da Economia e do Mar. Os presidentes da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e do Tribunal Constitucional, Joaquim Sousa Ribeiro, também marcaram presença.

Na sessão de cumprimentos, estiveram presentes, entre outros, as deputadas do PS Edite Estrela, Gabriela Canavilhas, ex-ministra da Cultura, e Inês Medeiros, a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa Catarina Vaz Pinto, o poeta Nuno Júdice e o ensaísta Eduardo Lourenço, que é conselheiro de Estado.

Esta alteração da composição do executivo do PS acontece menos de cinco meses após a sua entrada em funções, e resultou de duas demissões.

João Soares anunciou a sua demissão do cargo de ministro da Cultura na sexta-feira, na sequência de um comentário polémico que colocou no Facebook, em que prometia "salutares bofetadas" aos colunistas Augusto M. Seabra e Vasco Pulido Valente.

Os nomes do novo ministro da Cultura, o embaixador Luís Filipe de Castro Mendes, e do novo secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, foram divulgados no domingo, na página da Presidência da República na Internet.

Na terça-feira à noite, foi também pela página na Internet da Presidência da República que se soube que o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Wengorovius Meneses, iria ser substituído no cargo por João Paulo de Loureiro Rebelo.

Horas mais tarde, a demissão de João Wengorovius Meneses, a seu pedido, foi confirmada pelo Ministério da Educação. Posteriormente, o próprio, num comentário no Facebook, disse ter saído do Governo "em profundo desacordo" com o ministro da Educação em relação às políticas seguidas e "ao modo de estar" no exercício de cargos públicos.

IEL/NL // SMA

Lusa/Fim

NewsSubjects:- Artes, Cultura e Entretenimento - Política - Desporto - chefes de estado - governo

20160414T161055

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.