sicnot

Perfil

País

Níveis de pólen cada vez mais elevados

A produção de pólenes em Portugal está a aumentar e as pessoas mais sensíveis começam a sentir os sintomas cada vez mais cedo, segundo um estudo nacional que avaliou as mudanças registadas nos últimos 12 anos.

(AP/Arquivo)

(AP/Arquivo)

Darko Vojinovic

As alterações climáticas estão a alterar o período de polinização e "começa a haver uma polinização mais cedo", revelou à Lusa, Carlos Nunes, coordenador da Rede de Aerobiologia da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), baseando-se nos resultados do estudo "Avaliação Aerobiológica durante 12 anos em Portugal".

Para sobreviverem e manterem as espécies, as plantas estão a alargar o período de polinização mas também a aumentar a quantidade de pólenes produzidos, o que faz com que as pessoas mais sensíveis sintam mais tempo os sintomas.

Resultado: "Uma pessoa suscetível em vez de ter sintomas no início ou meados de abril, começa a tê-los nos finais de março", exemplificou o especialista, sublinhando que "os sintomas começam a ser mais precoces e o período dos sintomas é ligeiramente mais extenso".

Segundo Carlos Nunes, determinadas espécies que polinizavam nos finais de março, começam agora "a polinizar uma semana ou dez dias antes. Começa a haver sinais de que começam a produzir mais (pólen) e cada vez mais cedo".

Esta mudança conta do estudo realizado pela SPAIC, que analisou as mudanças registadas no país nos últimos doze anos.

O estudo, que analisa apenas a situação em Portugal Continental será publicado este ano e, em 2017, deverá ser conhecido um outro estudo que tem em conta as regiões autónomas da Madeira e dos Açores.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.