sicnot

Perfil

País

Sindicato da PSP vai manifestar-se junto ao Ministério do Trabalho contra cortes nas reformas

O Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL) anunciou hoje a realização de uma manifestação, a 26 de abril, junto ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSS), em Lisboa, contra os cortes nas reformas dos elementos da PSP.

(Arquivo Lusa)

(Arquivo Lusa)

LUSA

O protesto, agendado para as 18:00, tem como objetivo exigir o cumprimento do Estatuto Profissional da Polícia de Segurança Pública, que entrou em vigor a 01 de dezembro de 2015, no que respeita a aposentação, sem que seja aplicado qualquer corte nas pensões de reforma, disse à agência Lusa o presidente do SINAPOL

Armando Ferreira adiantou que o sindicato tentou resolver o problema através do diálogo ao pedir, há mais de três semanas, uma reunião ao ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, mas até à data não houve qualquer resposta.

Segundo o SINAPOL, a Caixa Geral de Aposentações (CGA), tutelada pelo MTSS, está a "prejudicar financeiramente de forma gravosa todos os elementos policiais que solicitam a passagem à reforma".

O presidente do sindicato afirmou que a CGD está a aplicar cortes nas reformas dos elementos policiais, apesar do estatuto profissional estabelecer que não podem existir cortes.

As pensões do pessoal com funções policiais da PSP têm estado a sofrer cortes na ordem dos 13 por cento, fundamentada pela CGA na aplicação a estas pensões do fator de sustentabilidade que a lei prevê para as reformas antecipadas.

No caso dos elementos da PSP, estes cortes não podem ser feitos porque o estatuto da Polícia prevê a reforma para os polícias aos 60 anos.

Na semana passada, O CDS/PP solicitou a presença da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, na Assembleia da República para explicar os cortes nas pensões de reforma dos elementos da PSP.

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) também pediu, na semana passada, uma reunião ao ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, encontro que vai realizar-se a 27 de abril, disse à Lusa o presidente da ASPP, Paulo Rodrigues.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.