sicnot

Perfil

País

Parte de antigo hotel no Gerês ruiu

Parte do antigo Grande Hotel do Parque, em Caldas do Gerês, Terras de Bouro, desmoronou-se na noite de quarta-feira para a via pública, mas sem atingir pessoas ou viaturas, informou hoje o vereador da Proteção Civil.

Google Maps

"O hotel soube escolher a hora para cair, porque em causa está a principal avenida que atravessa o Gerês. Se fosse durante o dia, podíamos estar agora perante um caso muito mais grave, até porque estamos a falar de algumas pedras de dimensão considerável", disse Luís Teixeira à agência Lusa.

Segundo o responsável, o colapso registou-se perto das 23:00, estando desde então aquela avenida cortada ao trânsito.

Os técnicos camarários estão no local a avaliar a situação, para aferir das condições de segurança da metade do hotel que não ruiu.

"Eventualmente, essa parte poderá ter de ser demolida", acrescentou Luís Teixeira.

Em causa está um edifício de quatro andares que já foi o hotel mais emblemático do Gerês, mas que está devoluto há cerca de duas décadas.

Entretanto, tinha perdido o telhado e, segundo o presidente da Câmara de Terras de Bouro, Joaquim Cracel, entrou em "progressiva degradação", assumindo-se como um "perigo" para a segurança de pessoas e bens.

"A Câmara já tinha notificado os proprietários para fazerem obras de demolição ou de consolidação do edifício, mas a empresa proprietária respondeu que não tinha capacidade financeira", disse Joaquim Cracel.

Última atualização às 13:06/Com Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.